Google protesta contra lei russa com cores da bandeira gay

the trend | Faz 3 anos

 
Google, Doodle Sochi

Reprodução / Google




Entenda






As Olímpiadas de Inverno em Sochi, na Rússia, começaram nesta sexta-feira, 07, esquentando ainda mais os protestos contra a lei antigay do país, implementada no ano passado, que "proíbe qualquer propaganda de relações sexuais não tradicional".

Aproveitando a data, o Google lançou deu tradicional doodle comemorativo, protestando contra a Rússia em sua página principal. O logo do buscador mostra imagens de alguns esportes de inverno com as cores do arco-íris, além de um trecho da Carta Olímpica:

"A prática esportiva é um direito humano. Todas as pessoas devem ter a possibilidade de praticar esporte sem qualquer tipo de discriminação e conforme o ideal olímpico, que exige compreensão mútua e um espírito de amizade, solidariedade e fair play."

O Comitê Olímpico Internacional já afirmou que nenhum atleta ou turista deve ser discriminado no país por sua orientação sexual e uma série de ativistas já protestaram contra a lei russa.

No começo dessa semana, a delegação da Alemanha apresentou os uniformes que serão usados por seus atletas, o que pareceu um protesto contra as leis homofóbicas, já que eles irão usar roupas totalmente coloridas, que lembram um arco-íris.

Selena Gomez tem visto negado para entrar na Rússia por apoiar os gays

Lembrando que, em agosto do ano passado, o astro de Prison Break Wentworth Miller assumiu ser gay depois de recusar um convite para um festival na Rússia.

"Obrigado pelo gentil convite. Como alguém que gostou de visitar a Rússia no passado e também tem um diploma em história russa, eu ficaria feliz em aceitar. Porém, como um homem gay, eu devo recusar", declarou Wentworth em uma carta à diretora do St. Petesburg International Film FestivalMaria Averbakh.