Kim Kardashian e Kanye West são alvos de ataque racista

Kardashians | Faz 3 anos

 
Kim Kardashian, Kanye West

AKM-GSI



Produtor de X-Men foi o responsável. Entenda






A vida dos Kardashians não está fácil! Enquanto Kris Jenner e Bruce se separam (e a matriarca é alvo de críticas da própria irmã) e Khloé e Lamar Odom enfrentam problemas conjugais, Kim Kardashian e Kanye West estavam longe das críticas. Bom, pelo menos até o produtor de X-Men: O Confronto Final e X-Men Origens: Wolverine entrar em ação!

Kanye West, namorado de Kim Kardashian, arranja briga com apresentador

Com a língua afiada, John Palermo desceu o nível na sua conta pessoal do Facebook (que agora está desativada) e fez comentários racistas ligados a Kim Kardashian e Kanye West. "Lá se vai o bairro! Parece com um Palácio Persa pobre", escreveu Palermo com a hashtag: "#MoneyCantBuyADumbNiggersClass, que em tradução livre significa, "Dinheiro não pode comprar classe para negros idiotas".

O que intensifica o ataque racista é o fato de que ele chamou o casal de "nigger" e, nos Estados Unidos, é uma forma pejorativa de chamar alguém de afro-descendente. Vale lembrar também, que Kim é de descendência armênia, país que faz fronteira com o Iran, onde os persas vivem.



John Palermo

AKM-GSI



Essa não é a primeira vez que o produtor se mostra preconceituoso. Recentemente, ele ofendeu Anderson Cooper, jornalista e escritor homossexual assumido: "#SmellsLikeLubeAndHIV", em tradução livre: "Tem cheiro de lubrificante e HIV (AIDS)".

Kanye West se declara para Kim Kardashian

Em entrevista ao site Entertainment News, porém, Palermo tentou fugir das acusações de racismo, alegando que cancelou sua conta porque é "muito fácil" que as coisas sejam "mal interpretadas"."Sou um cara entediado, desempregado e desocupado. Para mim, algumas das melhores formas de superar problemas sérios é rindo deles", afirmou ainda em entrevista para a revista The Hollywood Reporter.


SIGA O E! ONLINE BRASIL NO TWITTER