Meryl Streep fala sobre abuso em todas as indústrias no tapete vermelho do Globo de Ouro 2018

Tapete Vermelho | Faz 2 semanas

 
Meryl Streep, Ai-jen Poo, Golden Globes 2018

E!




Confira!






Meryl Streep foi acompanhada por uma importante convidada no tapete vermelho do Globo de Ouro nesta noite.

Streep, nomeada como melhor atriz por seu papel em The Post, trouxe Ai-jen Poo, diretora executiva da National Domestic Workers Alliance (NDWA), para falar sobre algumas das mensagens mais importantes que estão sendo comunicadas na premiação deste ano.

OS FAMOSOS EM SUA PRIMEIRA EDIÇÃO DO GLOBO DE OURO

"Eu acho que as pessoas estão conscientes, agora, de um desequilíbrio de poder, e é algo que leva ao abuso", explicou Streep ao Ryan Seacrest do E!.  "Isso é levado ao abuso em nossa própria indústria, e é levado ao abuso em todo o campo de trabalho dos trabalhadores domésticos. Está nas forças armadas, está no Congresso, está em toda parte. E queremos consertar isso. E nos sentimos meio encorajados neste momento específico para ficarmos juntos em uma linha espessa que se divide a partir de agora".

PARTICIPE DO MOVIMENTO: CLIQUE AQUI PARA DOAR PARA O FUNDO DE DEFESA LEGAL TIME'S UP

"Espero que as pessoas vejam o impulso e a energia e o fato de estarem se unindo em todas as indústrias e todas as comunidades de pé, dizendo que todos nós merecemos lugares de trabalho onde estamos seguros e nosso trabalho é valorizado e podemos viver e trabalhar com dignidade", disse Poo quando Seacrest perguntou o que ela esperava que as pessoas tirassem da premiação nesta noite. "Esse é o futuro, e temos impulso, e queremos dizer a todos que eles devem se juntar a nós. Este é um movimento onde há espaço para todos e há um papel para todos".

AS MAIORES GAFES DO GLOBO DE OURO

No filme The Post, Streep interpreta Katharine Graham, que foi chefe do jornal de sua família, The Washington Post, há mais de 20 anos. Ela diz que Graham seria "encorajada" pelo movimento Time's Up.

"Ela foi uma pioneira", disse Streep. Ela foi a primeira cabeça de uma empresa Fortune 500, mas ela, durante toda a vida, não teve a coragem e a convicção de que ela merecia estar onde estava, e nosso filme é sobre ela encontrar sua voz em um momento particular quando houve uma mudança na história, e eu acho que ela ficaria encantada".





Globo de Ouro 2018: Twitpics & Instagrams das celebridades

Mandy Moore & Susan Kelechi Watson