Kim Kardashian dá detalhes de roubo em Keeping Up With the Kardashians

keeping_up_with_the_kardashians | Faz 2 meses

 
Khloe Kardashian, Kim Kardashian, KUWTK, KUWTK 1302

E!




"Eu estava mentalmente preparada para ser estuprada", alegou






No ano passado, o mundo parou por conta do roubo de Kim Kardashian, em Paris, que traumatizou a estrela de Keeping Up With the Kardashians e as afastou das redes sociais por um tempo. Obviamente, tudo foi registrado na nova temporada do reality, que estreia aqui no Brasil, no dia 18 de abril, às 23h, e nesse domingo, 19, o episódio fatídico foi ao ar nos Estados Unidos e Kim contou detalhes do incidente traumatizante.

KIM KARDASHIAN PRESTA TESTEMUNHO SOBRE ASSALTO EM PARIS

"O que eu acho que aconteceu, agora que eu pensei sobre o assunto, é que devia ter um grupo de caras que nos seguiram a viagem inteira. Eu estava postando no Snapchat que eu estava em casa e que todos iam sair, então eu acho que eles sabiam que Pascal (Duvier, o segurança) estava fora com Kourtney e que eu estava sozinha. Eles tiveram essa oportunidade e foram atrás disso", contou Kim para Khloé e Kourtney,

Kim, então, disse que lembra de ter ouvidos passos, mas pensou que era Kourtney bêbada e sua assistente, mas quando ela começou a chamar pela irmã, ninguém respondeu: "Quando ninguém respondeu, meu coração começou a ficar tenso. Eu sabia que tinha algo errado".

Então, a estrela viu dois homens vestidos com uniforme da polícia andando dentro do apartamento, enquanto seguravam um terceiro homem, que era o concierge do local onde a família estava hospedada. "Eu corri, peguei meu celular e percebi que não sabia ligar para a polícia de outro país. Então, liguei para o Pascal. Eles pegaram meu celular e me jogaram no chão. O que eu soube depois de falar com o concierge é que eles perguntavam em frânces, ‘Onde está a mulher do rapper? Vamos ao quarto dela!'. Ele acabou sendo nosso tradutor, porque eu não entendia o que eles falavam e eles não me entendiam". O concierge disse para Kim entregar o anel dela, que estava em cima da mesa. Então, os assaltantes a arrastaram para o hall no topo das escadas e foi quando ela percebeu que eles estavam armados.

"Eu olhava para a arma e para as escadas. Eu tive um segundo para tomar esta decisão. Eu corro pelas escadas e eles atiram nas minhas costas? Pensar isso me deixou bem triste. Mas e se eu correr e eles não atirarem em mim? E se o elevador não abrir a tempo ou as portas estiverem trancadas? Então eu estarei ferrada! Não tenho saída", desabafou.

Depois disso, eles levaram Kim de volta ao quarto, enquanto ela olhava para o concierge e implorava para que ele dissesse aos assaltantes para pouparem a vida dela: "Eu tenho filhos. Por favor, eles não conseguem me entender, mas fale para eles que eu tenho filhos em casa. Por favor, eu tenho uma família. Me deixe viver!". Por conta dos gritos, os assaltantes decidiram tapar a boca da estrela com fita: "Eles agarraram minhas pernas e eu não estava, bom, eu não estava com roupa de baixo. Ele me puxou contra ele na frente da cama e eu pensei, ‘Ok, é agora que eu serei estuprada. Eu estava mentalmente preparada e então, eles não fizeram nada'".

KIM PEDE SEGURANÇAS PARA TODAS AS CASAS DA FAMÍLIA DEPOIS DE ASSALTO EM PARIS

Um dos assaltantes, então, colocou a fita envolta das pernas dela e posicionou a arma na cabeça de Kim: "Eu sabia que aquele era o momento. Eles com certeza vão atirar na minha cabeça. Eu rezei para que Kourtney tenha uma vida normal depois de ver meu corpo morto em cima da cama". A gata começou a chorar, conforme foi percebendo que ia morrer: "Eu tenho família. Eu tinha filhos, marido, mãe. Eu não vou sair daqui. Eu sei como essas coisas terminam". Então, este foi o momento final, quando eles pegaram Kim, a colocaram na banheira e fugiram com as joias.

Pascal, o segurança, chegou logo depois disso e chamou a polícia. Kourtney, Kendall e Kris correram para encontrar com Kim e todos ficaram traumatizados com a situação. "Acordar no meio da noite com aquela ligação foi provavelmente a noite mais terrível da minha vida", desabafou Kris.

De volta para Nova York, Kim disse para Kanye: "Eu não quero chorar na frente das crianças ou deixa-los pensar que tem algo errado. Porque eu acho que isso vai assusta-los se eles começarem a ver mais segurança. Eu só quero vê-los por um segundo".

Quer saber mais detalhes? Não perca o episódio sobre o assalto no dia 25 de abril, às 23h.









Os melhores gifs de Keeping up with the Kardashians Season 13