Wyclef Jean é baleado durante campanha política no Haiti: Verdade ou mentira?

Início | Faz 6 anos

 
AP Photo/Ramon Espinosa
Normalmente só depois que um candidato é eleito ao cargo que ocorre o assassinato. Mas durante este fim de semana, saíram relatos de que o rapper e político Wyclef Jean recebeu um tiro em sua mão durante uma campanha presidencial que fazia nas ruas de seu país natal, o Haiti. Isto foi confirmado pelo seu colega de grupo, Pras, e pelo seu empresário. Um representante e amigo de Jean contou ao E! News este domingo que o antigo membro da banda The Fugees e artista multi platinado sofreu "um pequeno arranhão em sua mão". O estranho é que o suposto "arranhão" o levou ao hospital local para poder fazer um curativo e depois ser enviado  à um lugar seguro... E é aí que as perguntas começam:  Será mesmo que atiraram mesmo? Por que atiraram nele?, e entre todos os lugares do corpo que existem, por que justo em sua mão? Será que o criminoso foi pego? Será que essa é a primeira vez que Wyclef recebe um tiro? Menos de 24 horas depois do tiroteio, polícias do Haiti desmentem tais relatos. “Nós o encontramos com o médico que o observou e ele nos confirmou que Wyclef foi cortado por vidro”. Disse o chefe da polícia de Petionville, Vanel Lacroix, em uma declaração. Afinal, será que Wyclef realmente foi baleado? Chame o Capitão Nascimento para te proteger porque essa notícia é... Verdadeira! "Houve histórias de que houve um conflito nos jornais, mas eu chequei com Wyclef noite passada e ele estava sim ferido por conta de um tiro, enquanto ele fazia uma ligação fora de seu veículo durante a campanha", contou o médico que atendeu Jean depois do incidente ao E! News. "Ele está bem e até esteve fora para votar no Haiti ontem". Se é o que ele diz...