Wikileaks > a série ‘Friends’ ajudou a diminuir o terrorismo

E! News, Início, | Faz 7 anos

 
Will Binns, PacificCoastNews.com
Apesar de muitas surpresas, parece que o Wikileaks ainda não revelou tudo que tem para revelar. Em um documento publicado ontem, 08, no site do Wikileaks sobre a embaixada americana, os trabalhos coletivos das estrelas Jennifer Aniston, George Clooney, Eva Longoria e David Letterman são mencionados, alegando que eles também são alguns dos responsáveis por minimizar o extremismo na Arábia Saudita. Mas, o que exatamente diz o documento? A verdade é que os documentos não falam claramente que os filmes estão salvando o mundo do terrorismo. A sessão da carta que tem como título “David Letterman, agente de influência” menciona a série Friends, Michael Clayton, Desperate Housewives, e o Late Show com o próprio David Letterman. Também menciona o filme de Christopher Nolan, Imsomnio, mas não identifica quais são os "sensíveis dramas americanos". que são transmitidos pelas operadoras de cabo da Arábia Saudita,  que "tem um efeito profundo nos valores e posturas da audiência Saudita". O responsável que escreveu este documento acredita que não deve afirmar o nome exato dos dramas americanos, porém, descreve várias pistas: O documento descreve os filmes como "histórias de maridos respeitáveis e responsáveis, que lidam com esposas com problemas de vício". O primeiro filme misterioso fala de uma mulher com problemas de jogo de apostas, que perde todas as economias do filho e culpa o marido por dizer que ele era muito entediante. Já o segundo longa fala sobre uma mulher com problemas de álcool que "quebra os pratos e bate o carro quando não maltrata o seu marido ou filho".  Nossa opinião? Ainda não sabemos de quais dramas ele estava se referindo. Podemos chutar que é Lost in America de Albert Brooks seria o filme que a mulher é viciada nas apostas. Mas o resto, não sabemos por onde começar, já que os filmes que abordam os problemas de alcoolismo são infinitos. Se você acha que sabe os dramas que documento está se referindo e quiser compartilhar com a gente, ficaríamos felizes em ouvir!