Gwyneth Paltrow sofreu depressão pós-parto: “Eu me sentia um zumbi”

E! News, Início, | Faz 6 anos

 
Gwyneth Paltrow continua como manchete dos principais jornais e sites desta semana graças a sua performance em Country Strong e à entrevista com Good Housekeeping. Gwynnie nunca escondeu a sua batalha com a depressão pós-parto e aproveitou esta oportunidade para, mais uma vez, falar sobre esta silenciosa ameaça. Ela falou como ela se sentiu como um "zumbi", logo após ter dado luz ao filho Moises. Também agradeceu ao marido Chris Martin por ser o primeiro a perceber que ela poderia estar sofrendo dessa condição. Este deve ser somente um dos mil benefícios de se casar com um roqueiro sensível. “Me sentia como um zumbi", disse a atriz de 38 anos que agora é uma saudável mãe de dois filhos. "Não sentia nada, não sentia meu filho com o coração. Não tinha emoçoes. Sentia que não podia conectar". A experiência foi completamente nova para Paltrow, pois em 2004 quando deu luz a sua filha Apple não teve nenhum tipo de problemas pós-parto. Somente no final de 2006, quando ela e Chris receberam o filho Moses, que a atriz passou por este problema. “Foi terrível. Foi exatamente o oposto quando a Apple nasceu. Quando eu dei luz a minha filha, eu estava no céu. Não podia acreditar que daquela vez estava sendo tão diferente. Só pensava que era uma mãe, pela segunda vez, uma pessoa terrível". Lógico que ela não era uma má pessoa. O seu marido e vocalista de ColdPlay ajudou a atriz a perceber que ela estava sofrendo de depressão pós-parto. "Depois de quatro meses, Chris veio e me disse, 'algo está diferente, alguma coisa não está certa'", conta Paltrow. “E eu continuava dizendo: 'não, não, eu estou bem'. Depois Chris percebeu que realmente tinha algo de errado, identificou o que eu tinha e me mostrou que precisava de ajuda". "E mesmo não me recuperando da noite pro dia, Chris sabia o que era o problema e isso foi um grande alívio". “Pensei que depressão pós-parto era ficar chorando toda hora, todos os dias, e não ser capaz de cuidar do seu filho. Mas há muitas formas e profundidades desta condição. Eu estava numa época de muitos desafios e sentia que eu estava fracassando em todos eles.” A atriz aconselha todas as mulheres que estão grávidas a procurarem alguma psicóloga para conversar e acompanhar até o parto. Hoje em dia, Paltrow está mais feliz que nunca!