ENTREVISTA:: Gabriel Ben Menezes conta detalhes da sua carreira

E! News, Início, | Faz 7 anos

 
Diego Fitti
Ele mora em Miami há mais de dez anos, mas nunca perdeu as raízes. Gabriel Ben Menezes, filho de Jorge Ben Jor, é DJ, produtor musical e fã da música brasileira.Gabriel Ben passou pelo Brasil neste mês de dezembro! Ele que curte tocar House, Hip-Hop, Baile Funk, Dancehall e Música Brasileira, foi a sensação do Design for Humanity, junto com a banda inglesa White Lies, autor de Bigger than us. O evento foi celebrado na noite paulistana no dia 10 de dezembro, no luxuoso Hotel Unique e promovido pela marca australiana Billabong. O DFH afama a moda, música e arte através de ações beneficientes. Gabriel ficou no Brasil por alguns dias e frequentou algumas noites na paulistas, como o Bar Secreto (balada que Madonna encontrou Jesus Luz), mas já retornou aos Estados Unidos. Gabriel atualmente é residente da noite de quarta-feira da balada Mokai em Miami, mas já viajou para tocar na Nova Zelândia, Austrália, África do Sul, Europa e em outras cidades dos Estados Unidos. Sempre podemos encontrar Ben pelo Brasil, já que ele não resiste e vem agitar as festas brasileiras principalmente no Rio de Janeiro e em São Paulo. “Eu costumo tocar bastante no Rio e em São Paulo, sinto mais falta de tocar em outras cidades do sul e do norte. Só venho ao Brasil a trabalho e estou negociando algumas apresentações durante o carnaval”. Será que vamos encontrar Gabriel no carnaval? Esperamos que sim!  Um dos nomes adotados por Gabriel para representar a sua figura na noitada é o Buzybwoy. Ele explica ao E! Online Brasil como este nome surgiu, “No meu Senior Year do High School (último ano do ensino médio), eu tinha uma professora que gostava muito de mim (como aluno claro), e era recíproco. Ela sempre me motivava, mas falava que eu era muito relaxado. Ela dizia: 'You need to get busy boy' (Você precisa se ocupar, menino). Depois de anos eu usava o nome Get Buzy, e com o passar do tempo mudei pra Buzybwoy. O bwoy com "w" antes do "o" é a maneira com o sotaque jamaicano de se falar boy". Traduzindo ao pé da letra, Buzybwoy significa ‘menino ocupado’.  Porém, ele explica que usa mais este nome quando pode tocar em formato aberto, misturando tudo que gosta. Gabriel também mantém os diversos, como DJ e produtor, “Nas minhas primeiras produções de rap/ hip-hop eu assinei como The Brazillionaire  ou quando toco em certas festas que pedem pra eu tocar só House eu uso George Paris e assim vai, tenho diversos nomes”.  Ao perguntar qual o lugar que mais curte soltar o som, Gabriel responde que adora a Mokai, porque o clima é divertido, mas que também gosta de festivais. Ele explica,"Gosto bastante de tocar em rádios e festivais também. Tocar em festival é diferente do que tocar em um lounge por exemplo. A pior coisa que você pode falar pra mim é pedir pra abaixar o som um pouco...eu gosto de som no talo machucando o ouvido, e nos festivais é isso que o público quer! Som alto e festa!" 
Diego Fitti
Mas, cada um tem as suas prediletas, não é? De acordo com o DJ de 27 anos, os hits do momento são B.M.F. de Rick RossoHard in the Paint de Waka FlockaDrop Acid (Kassiano remix) de Bart B More & Tommie Sunshine, Katy on a Mission de Katy B, Down on me de Jeremih feat. 50 cent, Miami 2 Ibiza de Swedish House Mafia, e por fim, Babylon de Congorock.Para a felicidade dos fãs, BuzyBwoy pretende lançar no segundo semestre de 2011 o seu primeiro disco e o lançamento será mundial com o selo exclusivo que ele mesmo pretende criar. Atualmente ele está em fase de produção e negociação de algumas participações especiais. Ao perguntar se o seu pai, o ícone brasileiro Jorge Ben Jor, o influenciou no gosto musical e na decisão de virar DJ, Ben responde:"Sim meu pai me influenciou porque a música sempre predominou na nossa casa. Geralmente eu costumo abrir os shows dele fazendo sets de música brasileira, estilo samba rock, grooves, funk, soul, tudo nacional. Meu pai é uma grande base em relação musical, o trabalho dele desde o começo até hoje varia entre Jazz, Samba Jazz, Samba, Rock, Rock Psicodélico, Reggae, Socca, Reggaeton, MPB, Rap, Hip-Hop, Country, Punk, Dub, Drum and Bass, New Age entre outras vertentes. Então eu me identifico muito com ele porque eu não costumo me prender a um só estilo musical". Gabriel esbanja charme, simpatia, e simplicidade. Esperamos encontrar ele pelo Brasil em breve! [nggallery id=23]