Charlize Theron explica como a sua mãe assassinou o seu pai

E! News, Início, | Faz 7 anos

 
Brian Ach/Getty Images
Algum tempo atrás, Charlize Theron surpreendeu todo mundo quando admitiu que sofre de transtorno obsessivo-compulsivo, depois de ter presenciado a terrível cena de sua mãe assassinando o seu pai ainda quando era uma criança. Os documentos policiais em que a ganhadora do Oscar detalha o acontecimento cairam na mídia. Quando Theron tinha em torno de 15 anos, sua mãe matou o seu pai para proteger a vida das duas. Charles Theron era um alcólatra que maltratava a filha e a mulher. Até que ele chegou uma noite em casa, armado, com intenção de matá-las, de acordo com a publicação de Europapress. Segundo informam os documentos policiais obtidos pelo National Enquirer, Charlize afirmou que seu pai começou a bater e golpear na porta de casa, ameaçando acabar com a vida das duas, "Meu pai disse que iria atirar na gente com o seu revolver até a gente morrer", declarou a estrela de Monster. As duas levaram a ameça a sério e a mãe de Charlize decidiu proteger a vida dela e da filha a qualquer custo. "Minha mãe disse que tinha medo que ele me. Um instante depois, ouvi uma série de tiros. Depois ouvi ela gritar", relata Theron.  Assustada pelo que tinha acabado de ouvir, a atriz foi rapidamente ver a sua mãe. "Minha mãe estava sentada no canto do quarto. Ela chorava muito e disse: 'Charlize, eu atirei nele'". Neste momento, a jovem olhou pela janela e viu o seu pai morto, "Vi o corpo do meu pai", afirmou a atriz no relatório. Por sorte, a justiça da África do Sul, terra natal de Theron, reconheceu o direito de defesa da mãe e nenhuma das duas foram punidas. Pouco depois do assassinato, Charlize começou uma nova vida que a levou para Hollywood. No entanto, esse tipo de lembraça é difícil de tirar da cabeça e a atriz sofre até hoje com o trauma de ter visto o seu pai morto no chão.