Vereador de Ponta Grossa, Paraná, ameaça prender Pabllo Vittar

E! News | Faz 1 mes

 
Pabllo Vittar, Instagram

Instagram/@pabllovittar




A homofobia existe sim!






Pabllo Vittar continua sob os holofotes, mas infelizmente nem sempre é por um bom motivo. Após Anitta negar os rumores de uma suposta briga com a cantora, o vereador de Ponta Grossa, Ezequiel Bueno, ameaçou prender Pabllo. Oi?

MENINAS DO LITTLE MIX DANÇAM HIT DA PABLLO VITTAR

Tudo aconteceu por causa de uma notícia falsa na qual o deputado Jean Willys teria falado que iria aproveitar a visita de Pabllo à cidade do Paraná (graças ao festival Munchen Fest) para fazer um tour pelas as escolas com ela e falar sobre diversidade sexual. Em uma reunião na Câmara Municipal, nessa segunda-feira, 17, o vereador e pastor se mostrou revoltado com a suposta citação de Jean.

"Quem quiser ir assistir, pode ir. Agora, se inventarem de sair pra rua e ir nas escolas, eu vou prender. Vou prender, nem que depois eu seja preso por abuso de autoridade. Não vamos deixar isso acontecer, não vamos deixar uma pessoa dessa ir na escola e ensinar sobre diversidade sexual para as crianças. 'Mas pastor, é só um show'. Eu não sei não. Abriu a porta, entrou e aí é complicado", disse ele.

CACHÊ DE PABLLO VITTAR SOBRA APÓS ROCK IN RIO

Como se não bastasse, Ezequiel também lamentou que Ponta Grossa receba "esse tipo de show" já que é uma cidade "família e conservadora". Para concluir, ele disse que vai cobrar explicações da vice-prefeita da cidade sobre a escolha dos artistas que vão se apresentar no festival.