Tony Bennett fala sobre Amy Winehouse no “The Daily Show”

E! News | Faz 5 anos

 
Dave M. Benett/Getty Images
Se alguém ainda tem algo para falar da falecida cantora Amy Winehouse, esse alguém é Tony Bennett. Além de sua grande trajetória, ele também foi a última pessoa a fazer uma parceria com ela. O cantor de 85 anos foi convidado ao The Daily Show para apresentar seu álbum Duets II, que foi lançado no final de setembro já é o número um em vendas nos Estados Unidos. E é nele que está a versão de Body & Soul cantada com Amy. E justamente por isso, Jon Stewart, o apresentador do programa, não hesitou em perguntar a Tony sobre a morte da cantora. “Quando você trabalha com alguém que está nessa situação, sente que ela está em perigo?”, perguntou Stewart. SAIBA MAIS: Tony Bennett e seu dueto com Lady Gaga “Ela sabia que estava correndo risco, que ia morrer. Não se tratava das drogas, era o álcool na reta final”, respondeu o cantor. E Tony ainda aproveitou o espaço para ressaltar o grande talento de Amy, “Desde Elvis Presley, The Beatles e The Rolling Stones, ela foi a única capaz de cantar, como eu chamo de como deveria ser”. E ainda a comparou com Dinah Washington, uma das preferidas de Amy, “Era realmente uma grande cantora de jazz, uma verdadeira cantora de jazz”. E Tony com certeza sabe o que está falando, afinal ao longo de sua carreira já ganhou mais de 15 prêmios Grammy.