Suposto vídeo pornô de Jennifer Lopez foi roubado

E! News | Faz 5 anos

 
Kevin Winter/Getty
O super comentado- e esperado por alguns- vídeo de Jennifer Lopez, que supostamente mostra a cantora completamente nua por mais de 20 minutos, está mais perto de cair na mão do povo do que nunca. Após os advogados de J-Lo conseguirem impedir momentaneamente a venda do vídeo, mas RadarOnline informou com detalhes que o vídeo foi roubado. Ops! A pessoa que supostamente furtou a gravação sem dizer nada foi um tal de Ed Meyer, que ia ser o co-produtor executivo da estratégia de venda do vídeo de conteúdo pornográfico junto com Claudia Vázquez, atual namorada do ex-marido da diva latina. A advogada de Vázquez, Cris Armentia, enviou uma carta a Meyer, documento que RadarOnline tem em mãos, solicitando a ele para devolver o vídeo aos seus advogados nesta quarta-feira. “Claudia Vázquez fará uma solicitação de instância de parte, ou o que for apropriado, contra você por ter eliminado os dados do vídeo que levou da casa de Cláudia”, expõe o documento. “Foi informado que a ordem e com falsos pretextos você levou o vídeo da casa de Vázquéz. Foi citado que devolverá a Claudia Vazquez, a minha pessoa e às autoridades policiais. Devolva a fita aos advogados. Temos a intenção de pedir ao Tribunal a ordem de dar o dispositivo aos advogados de Jennifer Lopez imediatamente”. Até o momento não se sabe se Meyer já contestou a esta solicitação ou se apresentará na audiência para devolver o material. O que importa é que a intimidade da intérprete de On The Floor segue gerando notícias enquanto mais empresas da indústria pornográfica oferecem grandes quantidades de dinheiro para publicar o vídeo.