Step Up Revolution manterá cena com controversa das máscaras de gás mesmo com protestos públicos

E! News | Faz 5 anos

 



A tragédia de Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge não alterou apenas a vida das vítimas e a do próprio filme, como também pode influenciar a estreia de outros longas e até números de dança.

De acordo com o Hollywood Reporter, o estúdio por trás do Step Up Revolution se recusou a editar a cena que foi criticada por conter passos que lembram o horror do massacre ocorrido na semana passada.






LEIA TAMBÉM: Christian Bale visita vítimas da tragédia do Colorado no hospital





Na cena em questão, dançarinos invadem uma sala usando máscaras de gás e coletes a prova de balas enquanto liberam latas com fumaça. Um cenário com paralelos muito fortes com o que foi criado por James Holmes durante a sessão no cinema de Aurora.

Observadores da indústria que viram uma prévia do filme entraram em contato com o estúdio, o Summit Entertainment, pedindo que a cena em questão fosse retirada antes de seu lançamento, nesta sexta-feira. A companhia logo retirou as propagandas da TV e os trailers com a cena, mas se recusou a fazer mudanças no filme.

"Em função da tragédia da semana passada no colorado, a Summit tirou imediatamente as propagandas da TV que mostravam esta cena do filme. A cena também aparece brevemente em um trailer lançado há três meses e que não está mais sendo disponibilizado pelo estúdio. Tendo tomado estas medidas, a Summit irá estrear esse filme não violento nos cinemas nesta semana com a edição original".

A Warner Bros, estúdio da trilogia de Christopher Nolan, cancelou todas as conferências com os atores e pré-estreias mundiais. Além disso, o filme Gangester Squad, que contém muitas cenas de tiroteios, não será mais lançado em setembro, como era previsto, mas sim em janeiro de 2013.