“S&M” de Rihanna perturba o Reino Unido

E! News | Faz 6 anos

 
Kevork Djansezian/Getty Images
Existe um certo excesso de sexo no ar para o gosto do Reino Unido. O Escritório de Comunicações do governo do Reino Unido, ou Ofcom, ficou de braços cruzados depois que o canal de musica britânico WTF TV, levou ao ar uma versão inédita do clipe S&M, de Rihanna, às 11h25 da manhã – quando crianças poderiam estar assistindo! – no último mês de março. Com certeza, WTF? O vídeo da canção de sucesso, no qual Rihanna afirma que “Paus e pedras podem quebrar meus ossos, mas as correntes e chicotes me excitam”, realmente apresentam uma série de imagens picantes. A música – e especialmente o vídeo – “clara e repetidamente focada no sexo, escravidão e práticas sexuais sadomasoquistas como tema”, disse a Ofcom em um anúncio, adicionando que aquelas cenas questionáveis “poderiam ter conseqüências potencialmente perigosas se imitadas pelas crianças”. E agora a Ofcom está solicitando, de acordo com o The Guardian, que representantes de todos os canais de televisão do Reino Unido que transmitem videos musicais participem de uma reunião de emergência na sede, para discutir novas diretrizes sobre a "aceitação de material em vídeos musicais antes de transmissão”. A fiscalização do governo não disse quantas queixas existiram em relação ao vídeo de S&M, apenas citando o argumento de que o vídeo era “completamente inadequado para a transmissão durante o dia”. “É artístico e não obscuro ou decadente”, a WTF respondeu à censura do Ofcom, afirmando que o vídeo em grande parte aborda o tema com ironia e não “contém imagens de posição dominante/submissa e práticas de estilo pornográfico”.