Sacha Baron Cohen pede desculpas a Ryan Seacrest pelo incidente do Oscar e revela quem era seu alvo principal

E! News | Faz 5 anos

 

Twitter




Sacha Baron Cohen deu sorte: não há cara mais legal para fazer uma pegadinha do que Ryan Seacrest.

Mas ele, quer dizer seu personagem do filme O Ditador, quase jogou as cinzas em pleno tapete vermelho do Oscar em… Outra celebridade!

E não estamos falando de Kim Kardashian porque sua cota de ataques em red carpets já se esgotou.

Ryan Seacrest nos contou tudo, clique em saiba mais para ler a matéria completa:






No último final de semana o apresentador do E! News estava circulando pelos bastidores do programa Saturday Night Live quando, de repente, encontrou a mulher de Sacha Baron, Isla Fisher.

"Eu vi Isla e disse olá, ela logo disse: ‘desculpe pelo meu marido'. E eu respondi ‘ah, valeu! Valeu mesmo! Muito obrigado por dizer isso'... Até que eu me dei conta que o seu marido, o Ditator, Sacha Baron Cohen, estava lá para fazer uma aparição especial no programa", Ryan começou a explicar a situação.

Seacrest depois contou que o comediante foi falar com ele fora do palco. "Ele saiu do palco e veio em minha direção e pediu desculpas pelo Oscar, dizendo que não era pessoal".

O apresentador até disse que Sacha é um cara bem ingênuo, doce e meigo!

E mais: vem agora a melhor parte.

"Ele me disse que originalmente ele ia jogar (as cinzas) em George Clooney.  Só que aí uma pessoa (da equipe de Sacha) decidiu que não era uma boa ideia porque ele estava sendo indicado a muitos prêmios e que era uma noite muito especial para ele. Aí eles decidiram sortear e meu nome caiu no bolo", explicou Ryan Seacrest.

Então quer dizer que George Clooney é cobiçado até por um ditador? Isso sim é um galã de verdade! Se liga Stacy, tem gente demais de olho em seu macho.