Revista GQ elege os Homens do Ano

E! News | Faz 5 anos

 

Fred Duval/FilmMagic



Michael Fassbender e Chris Hemsworth estão entre os vencedores






Importantes nomes do cinema, moda, artes, política e música se reuniram no The Royal Opera House, em Londres, na noite de terça-feira, 04, para a premiação anual da revista GQ, que elege os Homens do Ano.

Michael Fassbender, que começou a ganhar mais destaque depois de X-Men Primeira Classe, foi eleito o Ator do Ano por seus últimos trabalhos no cinema. O galã começou 2012 com o drama Shame, de Steve McQueen, que foi seguido pelo thriller Haywire, de Steven Soderbergh, e Um Método Perigoso, de David Cronenberg, antes de encerrar com Prometheus, dirigido por Ridley Scott.



Kevin Winter/Getty Images



Outro galã de Hollywood a ter seus esforços reconhecidos, foi Chris Hemsworth que levou para casa o prêmio de Revelação Internacional. Além de Thor e Os Vingadores, o ator australiano nos fez suspirar em Branca de Neve e o Caçador e The Cabin in the Woods, e vai voltar às telonas em Red Dawn, no drama da Fórmula 1, Rush, e na sequência de Thor e Os Vingadores.

O cantor Robbie Williams levou o prêmio de Ícone do Ano, e Lana del Rey, a capa de outubro da GQ britânica, foi a única mulher a ser premiada na noite de terça, sendo eleita, é claro, a Mulher do Ano.

Confira a lista completa de vencedores:



GQ




Comediante do Ano: Sacha Baron Cohen

Artista Solo do Ano: Tinie Tempah

Chef do Ano: Wolfgang Puck

Político do Ano: Boris Johnson

Homem Mais Estiloso: Dermot O'Leary

Estilista do Ano: Dolce & Gabbana

Mulher do Ano: Lana Del Rey

Ator do Ano: Michael Fassbender

Realização Notável: Gary Barlow

Personalidade da TV do Ano: Damian Lewis

Inspiração do Ano: Sir Salman Rushdie

Prêmio Especial dos Editores: James Corden

Realização de Vida: Bradley Wiggins

Ícone Cultural Alfred Dunhill: Thomas Heatherwick

Homem Internacional do Ano: John Slattery

Escritor do Ano: Aaron Sorkin

Ícone do Ano: Robbie Williams

Revelação Internacional: Chris Hemsworth

Empresários do Ano: Chris Corbin e Jeremy King

Lenda: Sir Tom Jones

Time do Ano: Time da Grã-Bretanha