Quanto Angelina Jolie e Brad Pitt irão ganhar pelas fotos do casamento?

E! News | Faz 5 anos

 

Jen Lowery/startraksphoto.com



A família Jolie-Pitt pode ter mais um super aumento em sua conta bancária em um futuro próximo.

Já que Angelina Jolie e Brad Pitt venderam as fotos dos gêmeos Knox e Vivienne às revistas People e Hello inglesa por um valor recorde de US$14 milhões, só podemos pensar que o valor das fotos do casamento será muito alto também, mas será que veremos um novo recorde?






LEIA MAIS: Comunidade LGBT comemora o noivado de Angelina Jolie e Brad Pitt



People



Provavelmente não – e não só porque a People já teve fotos exclusivas do casal.

"Eu acho que o mercado era um pouco diferente naquela época" quando os gêmeos nasceram, disse Scott Cosman, o dono da agência de fotos Fame/Flynet Inc., ao E! News, "O mercado de revistas estava em seu auge. Se eles tivessem as mesmas fotos, não acho que receberiam o mesmo valor hoje em dia, acho que seria a metade do que foi".

Mas isso não quer dizer que o "casamento do século" vá receber uma merreca pelas fotos... Cosman prevê que eles recebam pelo menos US$10 milhões.

"Uma foto do casamento com todas as crianças?", disse ele, "As revistas pagariam uma fortuna por isso. Direitos mundiais de fotos assim, com todas as crianças, eu diria uns US$10 milhões, para mais".

E se alguém achou que isso é pouco, basta lembrar-se do casamento de Kim Kardashian, que recebeu "apenas" US$1 milhão pelas fotos exclusivas.

Cosman contou que é esperado que o casal trabalhe novamente com o Getty Images, que tem o maior número de fotos exclusivas do casal, incluindo as primeiras fotos de Shilol e a chegada dos gêmeos.





LEIA MAIS: Os detalhes do casamento de Brad Pitt e Angelina Jolie



People Magazine



E as fotos exclusivas são mantidas em segredo mesmo com as agências de internet, afinal é preciso ter armas para manter a privacidade (e o lucro): nenhum email, apenas algumas pessoas na reunião, etc...

"Já fiquei sabendo de diretor que foram a um escritório em Nova York em que as fotos eram só projetadas na parede", contou Cosman, "E então eles decidiam se queriam comprá-las. Eles não mandam emails, você tem que ir pessoalmente vê-las. Mas á óbvio, por causa do valor das fotos, eles não querem que elas estejam por ai".

E não devemos esperar que as fotos sejam divulgadas imediatamente após o casamento, afinal é esperado que eles as segurem até a oferta mais alta, para arrecadarem mais dinheiro para a caridade, que é para onde o dinheiro das fotos acaba indo no caso de Brangelina.

E devemos levar em conta que as chances de algum paparazzi conseguir a proeza de um flagra são mínimas.

"Será em algum lugar em que não dê para tirar fotos, em uma casa ou em uma reunião com um grupo pequeno", disse Cosman, "Não os vejo tendo um grande casamento, eles são mais afastados do mundo".

Mas se eles quiserem, podem acomodar milhares de convidados na propriedade do sul da França.