Quais conselhos Daniel Radcliffe e James Franco deram a Emma Watson?

E! News | Faz 5 anos

 
Vogue
Bem, poderíamos pensar em pessoas piores para nos aconselhar. Acontece que, além das roupas incríveis e conta bancária cheia, uma das vantagens de ser jovem e famoso, pelo menos no caso de Emma Watson, é ter ajuda dos que já sabem lidar com isso. James Franco e Daniel Radcliffe são as pessoas que Emma pode contar em momentos de (relativo) problema, segundo a revista Vogue. Que palavras de sabedoria eles oferecem à estrela de Harry Potter? Sem novidades, Franco dividiu sua experiência de como estudar mesmo com a agenda cheia de trabalhos em Hollywood. Emma contou à Vogue que ela encontrou Franco rapidamente no ano passado, quando estava na Universidade de Brown e ele estava estudando lá perto, na Escola de Design Rhode Island. “Foi um alívio conversar com alguém que está fazendo a mesma coisa que eu”, ela disse. “Eu conversei com ele sobre estudar e fazer filmes, tendo que ir e voltar. Ele não tem medo sobre o que as pessoas vão dizer sobre ele.” A estrela também revelou que tirou uma licença da escola Ivy League como sugestão de seus amigos, que se preocuparam durante os dias de folga do Natal, por ela estar trabalhando e estudando demais. Ela obviamente os escutou e terminará o curso na Inglaterra, provavelmente na Universidade de Oxford. “Eu sinto que estou nessa batalha por 10 anos; estou lutando muito para ter uma educação,” ela comentou. “Eu fui uma dor de cabeça para a Warner Bros. Eu era a única que tinha problemas com a agenda e fiz a vida ser difícil.” E enquanto ela aprecia o que Harry Potter foi para sua vida, também admite que teve uma infância diferenciada das outras pessoas. “Eu não tive controle sobre a minha vida”, disse. “Eu vivo em uma bolha. Eles me acharam e me escolheram para o papel. E agora estou desesperada para achar o meu caminho no meio de tudo isso.” Com sorte, ela achou o seu caminho com a ajuda de seu companheiro Radcliffe. Que conselho será que o jovem Daniel deu a Emma? “Nós nos ajudaríamos com conselhos sobre relacionamentos,” ele contou. “Os momentos mais engraçados são quando nós nos ajudamos a escrever mensagens para a paquera do momento (nem muito sutil, nem muito escancarado!) É o famoso caso do cego conduzindo outro cego, mas foi muito divertido.” Emma provavelmente não irá consultá-lo tão cedo, pois está solteira, mas pretendentes, deixem suas armas em casa. “Eu adoraria namorar alguém que não trabalhe na mesma área que eu.” Emma não é do tipo que sai dos trilhos, mas não espere que a estrela seja a Srta. Perfeita para sempre. “Provavelmente eu tenho o direito de ferrar com as coisas algumas vezes. Eu não quero que o medo de falhar me impeça de fazer o que eu realmente gosto.”