Propaganda de perfume de Marc Jacobs com Dakota Fanning foi banida no Reino Unido

E! News | Faz 5 anos

 
Dakota Fanning em anúncio do novo perfume de Marc Jacobs (Marc Jacobs)
Parece que Oh, Lola! foi Lolita demais para os britânicos. E, assim como fizeram com Beyoncé, Julia Roberts e Angelina Jolie, o Reino Unido baniu a propaganda do novo perfume de Marc Jacobs com a lindinha Dakota Fanning. Eles declararam que o anúncio era “sexualmente provocativo” demais. A decisão foi tomada depois de decidirem que a imagem era inapropriada e depois de receberam reclamações sobre a campanha. Mas quantas reclamações foram? Apenas quatro! E isso foi o suficiente para banir o cartaz. A propaganda, que saiu em junho desse ano, mostra a atriz de 17 anos, estudante da faculdade NYU, usando um vestido curto e super fofo, na cor nude. Na foto, Dakota está segurando provocativamente o vidro do perfume entre as pernas. O anúncio apareceu em várias revistas e jornais pelo Reino Unido, e rendeu apenas quatro queixas pelos leitores ofendidos, que disseram que a propaganda foi “irresponsável” e mostrou a atriz de “uma forma sexualizada”. E isso, aparentemente, foi o suficiente para a Advertising Standards Authority retirar as propagandas. De acordo com a ASA, a forma como o vidro de perfume foi posicionado entre as pernas de Fanning “foi sexualmente provocativo” e “chamou atenção para a sexualidade”. Também alegaram que a idade de Dakota deixou o anúncio ainda mais apelativo. “Nós entendemos que a modelo tem 17 anos, mas nós consideramos que ela parece ter uns 16 anos... Por causa disso, juntamente com a sua aparência, nós consideremos que o anúncio poderia ser visto como uma sexualização de uma criança. Então, concluímos que o anúncio foi irresponsável e era susceptível de causar sérias ofensas”. Foi declarado, então, que a propaganda não pode mais aparecer em nenhuma publicação no Reino Unido. A Coty Inc., que faz os perfumes, argumentou que o objetivo era “provocar, mas sem ser indecente” e que ele não mostra nenhuma “parte íntima do corpo ou atividade sexual”. Nem Dakora, nem Marc comentaram o caso.