Por que Johnny Depp pode interpretar Tonto, e Ashton Kutcher e Sacha Baron Cohen, não?

E! News | Faz 5 anos

 

Disney, Paramount Pictures, Pop Chips



Por que Johnny Depp foi aprovado por uma Comanche por seu papel como Tonto, enquanto Ashton Kutcher (Pop Chips) e Sacha Baron Cohen (The Dictator) são mal interpretados por seus personagens racialmente carregados?

Bem, Johnny Depp acaba de se tornar membro honorário da tribo indígena Comanche, o que o faz essencialmente parte do grupo. No entanto, você não deve ser a única pessoa a pensar: nem todo mundo se encaixaria no papel e que a disputa por ele pode não ser exatamente empolgante.






Na verdade, Depp tem recebido críticas há meses, em relação a seu papel como Tonto, sua pintura facial à la Marilyn Manson (que, curiosamente, é amigo de Depp) e um pássaro morto em sua cabeça.

Ainda assim, LaDonna Harris, presidente do Americans for Indians Opportunity, seguiu em frente com a cerimônia de "adoção" do ator, em seu quintal. Depp ganhou pequenos presentes, tais como cerâmicas, para, em seguida, retribuir para as pessoas que estavam o homenageando.

Harris contou que ela não teve preocupações relacionadas à interpretação de Depp como Tonto. E que, na verdade, foi exatamente o contrário.

"Não compartilho da preocupação alheia. por um motivo...", contou. "Tonto é uma inversão de papéis neste momento. Ele é o herói no filme, o cérebro. E Johnny é um homem branco, por assim dizer".

"Eu já o admirava há algum tempo, ele sempre se referia à sua própria herança, e foi um momento oportuno para ver se ele queria ser adotado pela minha família".

Em 2011, Depp havia dito "Eu acho que tenho algo de nativo em algum ponto da minha árvore genealógica. Minha bisavó tinha algo de indígena, ela cresceu como uma índia Cherokee ou talvez uma Creek. Faz sentido em termos de vir de Kentucky, ter raízes Cherokee ou Creek".

Ainda assim, existem algumas pessoas que estão se mostrando preocupadas, ou, ao menos, confusas, com a escolha de Harris. Uma dessas pessoas é Adrienne Keene, a escritora Cherokee que cuida do blog de doações aos nativos.

"É realmente complicado para mim", ela declarou, porque Harris é "muito bem respeitada na comunidade indígena. Mas minhas reações estão misturadas porque sinto que os outros dirão que a adoção exclui Johnny de qualquer tipo de crítica em seu papel como Tonto".

E, para registro, Keene não está tão segura em relação ao filme. Ela esteve em contato com o pessoal do filme Lone Ranger, no set, para garantir que tanto Depp como os produtores estavam tratando a cultura indígena com muito respeito.

"Mesmo que seja verdade", Keene nos conta, "Ainda é Tonto: Johnny ainda está usando uma cara pálida e parece que deveria estar na banda Kiss, também tem um pássaro morto em sua cabeça! O que isso significa em um sentido amplo?"

Sobre o significado da adoção, em um nível mais estreito, descobrimos: "Ele é meu filho", nos disse Harris sobre Depp. "Há a responsabilidade de manter-se em contato, mandar cartão no dia das mães, fazer o que qualquer outra criança faria. É uma calorosa e cordial relação.".

Um cartão todo ano, de Johnny Depp? Podemos adotá-lo também?