Polícia coloca retenção de segurança no resultado da autópsia de Whitney Houston

E! News | Faz 48 anos

 

Richard Young/startraksphoto.com



Ainda teremos que esperar algumas semanas para saber a real causa da morte da cantora Whitney Houston, e parece que até mesmo o usual "inconclusivo" não virá tão cedo desta vez.

O departamento de Polícia de Beverly Hills colocou uma retenção de segurança em qualquer conclusão determinada no domingo, 12, sobre a autópsia feita em Houston, que morreu na tarde de ontem aos 48 anos.






"Nada será liberado desta vez", disse John Kades, do departamento legista do condado de Los Angeles.

Mas o chefe do departamento, Ed Winter, confirmou que Houston foi encontrada na banheira de seu quarto no Beverly Hilton e apresentou as seguintes observações em uma coletiva de imprensa, "A investigação sobre a morte de Houston ainda está sendo feito. A autópsia foi completada, e a causa da morte foi adiada por pendências toxicológicas e testes futuros".

E, de acordo com Winter, eles não estão descartando nenhuma possibilidade neste caso.

As autoridades emitiram uma declaração anterior dizendo que "não havia sinais óbvios de intenção criminosa", mas o departamento policial não irá apresentar mais nenhuma informação sobre a investigação pelo menos até a tarde de hoje, 13. Winter ainda disse que não havia nenhum sinal de traumatismos no corpo.

Geralmente, o protocolo padrão apresentado pelo legista afirma que a autópsia revelou provas inconclusivas até o momento, mas com a retenção de segurança nenhum comentário oficial deve ser revelado.

Retenções similares foram colocadas em casos como o de Michael Jackson, Brittany Murphy e Corey Haim.

"Muitas vezes em casos de custódia, casos com evidências fotográficas ou casos de assassinatos de pessoas muito conhecidas nós colocamos retenções de segurança para dar a chance da agência de aplicação da lei fazer uma investigação mais profunda, então isso não é incomum", disse Winter.

Enquanto isso, uma fonte do hotel disse ao E! News que os hóspedes do quarto que fica embaixo do quarto em que Houston estava hospedada reclamaram de um vazamento de água na sexta-feira, 10, e que os funcionários da manutenção descobriram uma banheira transbordando.

A polícia já foi avisada sobre o incidente, e o departamento legista não comentou sobre quanto tempo o corpo de Houston ficou na banheira antes dela ser encontrada. Mas notícias não confirmadas dizem que a cantora foi vista com vida na manhã de sábado.

"Nós estamos olhando para todos os aspectos do caso", disse Winter, "Esperamos que quarta ou quinta-feira já possamos dar mais informações, mas por enquanto não podemos falar sobre mais nada".





LEIA TAMBÉM: Whitney Houston morre aos 48 anos