PETA fala sobre a ativista que jogou farinha em Kim Kardashian

E! News | Faz 5 anos

 

Splash News; Frazer Harrison/Getty Images



Depois de relembrar a reunião de Khloé Kardashian Odom com a representante do PETA em Los Angeles, Michelle Cho (que por sinal é a irmã da mulher que atacou Kim Kardashian no tapete vermelho), que aconteceu bem antes do episódio da farinha, nós recebemos as reações do outro lado.

A organização que luta pelos direitos dos animais (e que entendeu a decisão de Khloé de cortar os laços) e Michelle enviaram um comunicado ao E! News falando sobre o envolvimento de Christina Cho.






"Não sou a babá da minha irmã", disse ela, "mas eu a amo e já a vi se sacrificar muito como ativista. Nós trabalhamos de formas diferentes para impedir que os animais sofram. Christina foi quem fez com que eu entrasse no movimento para proteger os animais, e sempre serei grata a ela por abrir meus olhos".

"Se Christina Cho é a mulher que jogou farinha em Kim Kardashian, sabemos que ela é muito gentil, e uma maravilhosa voluntária há muito tempo. No mês passado ela estava em nosso escritório em Los Angeles e ficou tremendo visivelmente após ver esse vídeo. Nós vamos apoiá-la totalmente".

O PETA ainda declarou abertamente que irá "defender a ativista" de qualquer ação legal tomada por Kim.

Tudo pelos animais...