Paris chorava e dizia ao cantor Michael Jackson, "Quero ir com você papai"

E! News | Faz 2019 anos

 

Christinne Muschi / Reuters



Enquanto uns chamam isso de justiça, a família Jackson se revolta com a punição do médico pessoal de Michael, "A pena máxima de quatro anos na cadeia é muito pouco".

Documentos da corte revelam que Katherine Jackson está "devastada" com a perda do filho, o maior astro da música pop Michael Jackson, e que todos os membros da família se sentem "traídos por Murray".

Porém, o que mais chamou a atenção de todos foi o emocionante depoimento de Katherine – que atualmente é a guardiã- referente aos filhos do cantor Prince Micahel, Michael Joseph e Paris.






"Michael Jackson era o mundo para seus filhos. O mundo desabou para eles quando Michael partiu".

A avó das crianças também relembra a noite que passaram no hospital no dia da morte do astro, contando, "Sua filha Paris estava chorando e dizia, ‘quero ir com você papai'".

Também foi afirmado no tribunal que os três filhos de Jackson estariam planejando entrar para a indústria cinematográfica, já que ficaram inspirados com o lançamento do filme do pai.

Em outro momento da audiência, Katherine sentiu que Murray teria mentido à polícia, imprensa e corte, afirmando que "não existe possibilidade do doutor ter deixado a vítima apenas por dois minutos" e que o médico pessoal do cantor "teria demorado de ligar para a emergência (911) porque ele teria se sentindo negligente e responsável pela morte de Michael Jackson".