Para os membros do júri foi fácil decidir o caso do Dr. Conrad Murray

E! News | Faz 5 años

 
Dr. Conrad Murray ainda em liberdade (Bang News)
Depois de tantos dias de julgamento do caso do Dr. Conrad Murray e de tantas revelações, deve ter sido difícil para o júri tomar uma decisão, certo? Errado. De acordo com um dos membros do júri, que decidiu pela condenação do médico pela morte involuntária de Michael Jackson, a decisão de declarar Murray culpado foi fácil. O membro do júri, que pediu para não ser identificado, revelou que não houve conflito entre os sete homens e as 5 mulheres responsáveis. E que eles já haviam tomado a decisão antes mesmo das oito horas de deliberações terminarem. SAIBA MAIS: Nicki Minaj, Ellen DeGeneres e outros artistas falam sobre o veredito de Conrad Murray pela morte de Michal Jackson Eles contaram ao site TMZ que “foi uma decisão concreta”, e que agora “estão gratos por ter acabado” e felizes por finalmente voltarem “a vida normal”. Dr. Murray, que negou que era culpado pela morte do cantor, está mantido sob custódia sem fiança pelo juiz responsável pelo caso, e será sentenciado em 29 de novembro, podendo pegar até 4 anos de prisão. Sobre a prisão preventiva, o juiz afirmou “A segurança pública demanda que ele fique detido sem fiança por esse período sob os cuidados e a custódia da delegacia do condado de Los Angeles”.