Paparazzi que colocou a vida de Justin Bieber em risco pode ser preso

E! News | Faz 5 anos

 

AKM-GSI




Para os fãs, uma foto com Justin Bieber pode não ter preço.  Mas para o paparazzo que perseguiu o cantor com seu carro, uma foto de Bieber pode ter um custo bem alto...

Desde o ano passado, o estado da Califórnia tem uma lei que busca proteger as celebridades da perseguição dos fotógrafos em busca de flagrantes, que colocam a vida dos artistas em risco. E o primeiro que poderá sentir o gosto da nova lei rigorosa pode ser o que se envolveu com Bieber.






Quando o empresário, Scooter Braun, deu de presente ao cantor de Boyfriend um carro, pelos 18 anos, no programa de Ellen Degeneris, não poderia imaginar que seria a causa de futuros problemas.

O carro não é dos mais populares devido a seu alto custo e por ser bastante chamativo. As celebridades optam por carros caros e importados, mas que não chamem muita atenção, para passarem desapercebidos pelas glamurosas ruas de Hollywood. No entanto, o canadense resolveu dar um toque de peculiaridade ao carro e mandou pintarem de prata, deixando o seu Fisker Karma com o aspecto de um espelho.

Sempre que alguém o vê nas ruas, já sabe que trata-se de Justin Bieber.

Por isso, o namorado de Selena Gomez é um alvo fácil para os paparazzi. Por isso foi recentemente perseguido em uma estrada, em Los Angeles. Para tentar despistá-los, Bieber acelerou a 160km/h e foi detido pela polícia.

Entretanto, após o início de uma investigação, descobriu-se que a irresponsabilidade de Justin tinha uma justificativa plausível: ele estava sendo perseguido.

Segundo o site TMZ, um dos fotógrafos envolvidos na perseguição poderia ser a primeira pessoa a ser julgada por essa nova lei. Caso isso realmente aconteça, será culpado por "direção perigosa" e "pôr em risco a vida de outra pessoa", pegando pena de até um ano de prisão.