Os melhores e os piores momentos do Oscar 2012!

E! News, Oscar Awards, | Faz 5 anos

 

ROBYN BECK/AFP/Getty Images



O Artista chocou a competição com silêncio no Oscar 2012? Histórias Cruzadas conseguiu comover a Academia? Billy Crystal conseguiu superar O Ditador de Sacha Baron Cohen e sua urna de cinzas?

Vamos aos melhores, os piores e aos restos do Oscar!






Melhor remake: vamos chegar a parte da reclamação em breve, mas foi bom ver o grande retorno de Billy Crystal e todo esforço que ele investiu na cerimônia, incluindo as paródias de filme com Tom Cruise e Justin Bieber.

Pior remake: Está certo, muitas das piadas de Crystal não funcionaram, como a de abertura com o filme Tão Forte e Tão Perto, a com o filme Histórias Cruzadas, e as com os atores mais velhos como Max Von Sydow e Christopher Plummer.

Melhor Beijo: Billy Crystal e George Clooney recriando a cena de Os Descendentes, o que prova uma coisa: Tendo a chance, quase todo mundo, seja homem ou mulher, vai tentar beijar o galã.

Maior Supresa: A Invenção de Hugo Cabret ganhou os dois primeiros prêmios da noite... O que só é uma surpresa porque geralmente o primeiro prêmio é o de Melhor Atriz Coadjuvante, e o segundo... Bom, de alguma outra coisa.

Melhor Não-Surpresa: Não conhecemos ninguém que não achasse que Octavia Spencer iria ganhar, mas seu discurso ainda foi doce e não soou afetado.

Mais Comovente: O diretor iraniano de A Separação leu um discurso dizendo que visava ligar as pessoas do mundo através da arte. E em uma noite de prêmios esperados, foi muito bem-vindo abordar a realidade no resto do mundo e reafirmar que a esperança ainda pode unir as pessoas.

O Mais Digno de um Oscar: O time de edição de Millennium – Os Homens que Não Amavam as Mulheres decidiram que iam ficar sem ter o que dizer, e então cortaram o resto do discuro. O que foi incrível.

Maior Agradecimento: O discurso feito pelo time de edição de som de A Invenção de Hugo Cabret incluiu essa confusa parte: "Eu gostaria de agradecer todos que estão aqui hoje, e todos que não estão e todos que já nasceram, ou que talvez nasçam de novo ou renasçam. Se eu me esqueci de alguém, então você provavelmente sabe quem é".

Momento para ser cortado: Nós gostamos de Cirque Du Soleil assim como todo mundo, mas números de dança ao vivo não têm vez no Oscar. Se não for um filme, ou de um filme, então deixe de fora.

Melhor Atuação: Robert Downey Jr. e Gwyneth Paltrow transformaram o bobo reality show do ator em algo interessante, principalmente porque os dois têm talento o suficiente para sustentarem as palhaçadas ao vivo.

Grande Ponto: O compositor de O Artista fez questão de ir pessoalmente parabenizar os outros indicados antes de subir ao palco para pegar seu prêmio.





LEIA MAIS: Confira a lista completa dos vencedores do Oscar 2012!





Pena da noite: Alguém ai discorda que a pose de Angelina Jolie para mostrar a grande fenda de seu vestido foi muito bem-vinda para agraciar o tapete vermelho?

Engraçadinhos: Kristin Wiig, Melissa McCarthy, Emma Stone, Will Ferrell e Zach Galifianakis estavam ótimos em suas participações.

Memórias: A versão de Esperanza Spaulding de What a Wonderful World foi adorável, mesmo com o foco principal voltado às fotos exibidas no telão.

Melhor começo de discurso: "Eu amo o seu país", disse o ator de O Artista, Jean Dujardin, ao receber o prêmio de Melhor Ator, o que deixou completamente desarmado qualquer um que não tenha gostado de seu filme sem palavras. E só para lembrar, ele desbancou George Clooney, Brad Pitt, Gary Oldman e Demián Bichir.

Pior final de discurso: Nosso francês é bem ruim, mas andam dizendo que Dujardin deixou escapar algumas palavras dignas de censura ao encerrar seu discurso. Não que a gente se importe com isso, era a forma do ator comemorar.

Maior Confissão: Durante uma das montagens sobre os filmes, Adam Sandler disse que com cada filme ele deixa um pequeno pedaço de si mesmo para o mundo. Recado para ele: o mundo gostaria que ele tomasse o pedaço de Jack and Jill de volta.

Melhor Confissão: "Eu sempre pensei, eu só quero fazer algo que eu mesmo queira assistir, e só acontece de eu querer assistir essas coisas doidas", disse Sacha Baron Cohen. E nós acreditamos nele.

Melhor Ator: Colin Firth prestou uma ótima homenagem às indicadas da noite, e nós conseguimos ouvir o suspiro do auditório até agora.

Maior Supresa: Que essa tenha sido considerada a grande vitória de Meryl Streep, afinal, você sabe, ela sempre é indicada. Mas seu divertido e tocante discurso valeu a pena.

Melhor audiência: Sandra Bullock sempre parece emocionada e à beira das lágrimas. E nós a amamos por isso.





LEIA TAMBÉM: As melhores frases do tapete vermelho do Oscar 2012!