Os desastres endossados por Hollywood

E! News | Faz 5 anos

 

SBL, PacificCoastNews.com



Querer estar na moda às vezes pode ser perigoso, já que muitas vezes nós gostamos tanto do que nossos ídolos fazem que acabamos perdendo a perspectiva.

Mas é preciso ter cuidado, afinal, sob as lentes de Hollywood (quase) tudo acaba ficando bonito e cheio de estilo... Mas na vida real não é bem assim.






Cabeças coloridas:

Katy Perry, Dianna Agron, Kate Bosworth, Dakota Fanning, Kelly Osbourne são apenas alguns dos recentes exemplos que aderiram aos cabelos coloridos, e estamos falando de cores inesperadas aqui. Claro, é uma forma divertida de ser difente, e você nunca vai ver alguém com um tom de azul igualzinho ao seu andando na rua. Mas cuidado é a palavra chave. Já que além de não ser muito bem vindo em alguns lugares, cabelos coloridos demandam cuidados constantes.






Bem vindo à selva:

Se foi Lady Gaga que inventou isso ou se Sacha Baron Cohen foi o primeiro, não importa. Mas que muitos artistas decidiram passar pelo tapete vermelho incorporando personagens de um tempo para cá não podemos negar. Gaga tem inúmeros figurinos em seu currículo, Cohen já criou polêmica com os produtos do Oscar deste ano e com Ryan Seacreast ao interpretar seu personagem de O Ditador no Academy Awards deste ano,



Danny Martindale/WireImage.com, Frederick Breedon IV/Getty Images




Licença para insultar:

Os grandes eventos de Hollywood têm regras rígidas, e os artistas não precisam só cuidar do figurino e de seus discursos de agradecimento, mas também para não ofender e humilhar os outros participantes da festa. Ou alguém ai já se esqueceu do Mtv Video Music Awards em que Kanye West interrompeu o discurso de Taylor Swift para falar que quem merecia mesmo o prêmio de Melhor Clipe era Beyoncé?