Olimpíadas: Treinador brasileiro, Mano Menezes, quer reduzir o individualismo de Neymar

E! News | Faz 5 anos

 



Mano Menezes não está contente com a atuação do time masculino de futebol em sua primeira partida olímpica contra o Egito.

As falhas defensivas, a falta de atenção e também o individualismo excessivo de Neymar explicam a complicação do Brasil que sofreu nos minutos finais para vencer a equipe Africana. O técnico abandonou o estádio cabisbaixo e refletindo sobre como solucionar uma série de contratempos que podem dificultar o caminho até o desejado ouro.






"Temos que trabalhar muito para corrigir todas essas falhas. Não quero entrar em detalhes, isto é algo que temos que solucionar entre nós. O que eu reconheço é que nossos atacantes deveriam prestar mais atenção nas tarefas defensivas. É fundamental colaborar com elas'', declarou o técnico sobre sua preparação para a partida do próximo domingo contra a Bielorrússia.

Apesar de fazer o terceiro gol do Canarinho e entusiasmar o público com seu repertório de dribles espetaculares, Neymar tem sido alvo de críticas sutis por parte da imprensa brasileira, e em alguns momentos pode-se notar que o atacante do Santos está mais preocupado em mostrar suas habilidades para os fãs do que o interesse geral da equipe.

No entanto, o jovem jogador se defende contra acusações, apelando para a consistência do seu jogo.

‘'Eu não quero me gabar, só jogo da forma que estou acostumado. Não entendo porque as pessoas falam tanto, mas estou tranquilo e continuarei sendo eu mesmo em campo. Não me deixo levar tão facilmente pelas críticas'', insistiu o jogador na coletiva de imprensa.





Jogos Olímpicos de 2012: Cerimônia de Abertura