O que descobrimos com a biografia não autorizada de Simon Cowell?

E! News | Faz 5 anos

 

Random House



Um homem que é "ao mesmo tempo inseguro, ainda que confiante; ambicioso, mas facilmente entediado; vaidoso e acima de tudo: impiedosamente competitivo", é como Tom Bower define Simon Cowell em seu livro Sweet Revenge: The Intimate Life of Simon Cowell – a biografia não autorizada do empresário.

O livro chegou às prateleiras das livrarias dos Estados Unidos no começo desta semana, e nós já separamos cinco coisas que aprendemos com ele.






1 De acordo com Bower, que diz ter acesso livre a Cowell, o jurado do The X Factor teve um caso com a colega da bancada da edição britânica do programa, Dannii Minogue, "Eu tive uma queda por ela, seu cabelo, as roupas sexys... Foi um amor genuíno", disse ele. E sabemos que Sharon Ousbourne tem uma opinião bem parecida com a do autor...

2 De acordo com o livro, Simon se preocupa muito com seu interior, tanto é que tomaria até laxante uma vez por mês para se livrar das impurezas... "É tão purificante – faz meus olhos brilharem mais", disse ele em uma das citações.

3 Basta olhar para ele para perceber que ele se preocupa com sua aparência, Simon toma muitas vitaminas, adora produtos de beleza, e aplica botox a cada seis meses, "Simplesmete funciona", diz ele de acordo com Bower.

4 Ele não se importa de recusar trabalhos se achar que não vai funcionar, mas uma vez que ele estiver dentro, se transforma no Simon crítico que já vimos na TV.

5 Bower escreve que Cowell de fato deu uma mansão de US$5 milhões em Beverly Hills a sua ex-noiva, Mezhgan Hussainy, quando eles se separaram.