O mais interessante de “Transformers” continua sendo Megan Fox?

E! News | Faz 5 anos

 
Jaimie Trueblood/Paramount Pictures
Por que toda a imprensa sobre a divulgação do novo filme Trasnformers só fala de Megan Fox, que nem está mais no filme? Esse é um plano do estúdio? -Junebug, Atlanta, via inbox É uma deliciosa teoria da conspiração, não é mesmo? Nós imaginamos um quarto esfumaçado, cheio de executivos. Eles dão uma olhada à última cena de O Lado Oculto da Lua, chorando e gemendo enquanto seus olhos sangram, e então decidem divulgar essa bagunça falando sobre a polêmica de Megan Fox. Então foi isso mesmo que aconteceu? Perguntamos por aí: Provavelmente, não. Sim, por vários motivos, esse não é um bom filme, mesmo sendo a sequência dos sucessos de venda dos outros filmes. Obteve uma classificação de 39% no Rotten Tomatoes. CNN o chamou de “nojento”, a revista Rolling Stone adverte aos espectadores que podem “morrer por dentro,” e meu amigo Garth Franklin do Dark Horizons disse que assistir ao filme é que nem “ser urinado.” A maior denúncia: tirando todos os robôs explosivos, o filme é vazio. Não tem nada. É improvável que a equipe por trás do filme está fazendo campanha baseada na Megan. Os publicitários são do mau, mas eles não. “Eu acho que é um pouco de teoria da conspiração,” posicionou Rachel Hill, ex-assessora pessoal e atual diretora de marketing do American World Pictures, que está prestes a gravar um novo filme de Danny Glover. “Eu duvido que qualquer coisa parecida com isso seria aprovada formalmente por qualquer estúdio,” diz Scott Donaton, do grupo de marketing Ensemble. Tendo dito, não fiquem chocados se a estrela principal do filme, Shia LaBeouf,  já havia pensado com antecedência sobre a demissão de Fox, disse Hill. “Shia tinha que responder todas as perguntas sobre ele e Megan?” Hill nota. “Era necessário? Talvez ele o tenha feito para elevar um pouco o seu perfil. Eu já tive clientes que, quando havia escândalos, nós não negávamos as coisas. Na verdade, nós mantínhamos o escândalo para deixar os clientes nos olhos do público.” Essa sim é uma engraçada teoria da conspiração.