O Ditador de Sacha Baron Cohen não é bem-vindo ao Oscar, mas o ator é…

E! News, Oscar Awards, | Faz 5 anos

 

RAMEY PHOTO



Você já deve ter ouvido falar que a Academy of Motion Pictures Arts & Sciences não queria Sacha Baron Cohen na premiação do Oscar.

Tudo isso pelos trajes usados pelo ator em seu filme O Ditador, que lembrar os de Moammar Gadhafi e Idi Amin.

Mas a academia não é assim tão contra a ideia a ponto de não convidá-lo para a cerimônia.

"Nós deixamos a nossa posição clara para a equipe do Sr. Cohen", disse um representante da Academia ao E! News, "Nós adoraríamos tê-lo durante o show, mas a festa é por conta dele".

Mas qual é a posição deles afinal?!






"A posição tomada foi ‘Nós não queremos fazer isso'", disse o representante, "Nós estamos esperando para ouvir a resposta dele. Adoraríamos tê-lo no show, para que ele celebre com a equipe de Hugo, nós estamos apenas esperando".

Ou você acha mesmo que Martin Scorsese quer esse tipo de publicidade diante da grande noite de Hugo?!

Enquanto Cohen iria ao 84 º Annual Academy Awards vestido com os trajes de seu último personagem, General Aladeen, para promover sua nova comédia, O Ditador, supostamente ele deveria apenas ser um membro da equipe de Hugo.

O filme de Scorsese está em todos os cantos, com 11 indicações, incluindo o de Melhor Fotografia e Melhor Diretor.

De acordo com vários relatos, Cohen planejava trocar para um terno normal depois de passar pelo tapete vermelho.

Mas o Oscar não é o MTV Movies Awards, e a Academia, aparentemente, não quer que a cena do personagem Bruno com Eminem se repita com nenhum convidado.

Ou, em outras palavras, não quer que nenhum incidente tire o brilho da grande noite de Hollywood.

Isso para não mencionar que a organização não aprova que seus convidados se aproveitem da ocasião para promover novos filmes.

"Nossa tradição tem sido não usar o tapete vermelho como local para promover filmes", nos disse o representante da Academia, "Para ter uma ideia, nós também não apresentamos ninguém no palco como ‘A estrela do próximo filme... Will Ferrell'. Deixamos isso fora do show".

"Outras premiações fazem isso, mas na nossa é apenas ‘Senhoras e Senhores, Will Ferrell'. Nós não promovemos nada durante a transmissão. A noite é para celebrar os filmes que já vimos".

E esse não foi o primeiro impasse de Cohen com a Academia, em 2007 ele foi chamado para apresentar um dos prêmios, mas não aceitou o convite por não poder ir vestido como seu personagem Borat.

Nem a Paramount e nem os representantes do ator comentaram sobre quais são seus planos para a noite de Oscar.