Novo chefe da Nivea considera Rihanna sexy demais para a empresa

E! News | Faz 5 anos

 

Def Jam Music Group



Ela é conhecida por sua atitude sexy, roupas ousadas e comportamento ultrajante. Por isso, não é exatamente uma surpresa sabermos que Rihanna foi considerada sexy demais para estrelar uma campanha da marca de cosméticos.

A estrela apareceu em uma série de anúncios da empresa que, inclusive, foi uma das patrocinadoras de sua turnê ano passado, celebrando o 100º aniversário da Nivea.






E, agora, os produtos do magnata Stefan Heidenreich – o novo chefe empresa-mãe da Nivea, Beiersdorf – contou à mídia alemã que a "imagem familiar" da empresa não deveria ter sido vinculada à imagem da cantora.

O empresário de 49 anos disse: "Não entendo como a Nivea pode ter se associado a Rihanna".

Em um comercial, uma família é vista utilizando os produtos da Nivea enquanto Rihanna canta o hit California King Bed em segundo plano.

O clipe original mostra a cantora vestindo meias e lingerie enquanto se contorce com um homem, na cama.

Heidenreich acrescentou: "Nivea é uma empresa que representa a confiança e a família".

Mas quando a Nivea assinou com a estrela no ano passado, disseram estar "Muito empolgados" por tê-la a bordo.

O membro do conselho da Nivea, Markus Pinger, soltou um comunicado à imprensa na época: "nos últimos 100 anos, a Nivea tem sido uma icônica marca de cuidados com a pele pelo mundo inteiro. Rihanna é um ícone da música e sua pegada digital nos ajudará a alcanar os clientes onde quer que estejam".

Em julho, a revista Forbes disse que o acordo de patrocínio entre Rihanna e a Nivea tornou Rihanna a celebridade nº 3 das 30 mais ricas abaixo dos 30 anos, ganhando cerca de 53 milhões de dólares, em apenas 12 meses.