Modelo ferida na briga de Drake e Chris Brown se pronuncia: “Parecia uma zona de guerra”

E! News | Faz 5 anos

 

Michael Kovac, David Livingston/Getty Images



Lucy Pavlovsky teve uma noite inesquecível – e pelos piores motivos.

A modelo, que precisou levar pontos depois da briga entre Drake e Chris Brown, contou ao E! News que estava animada dançando na mesa do rapper Fabolous quando garrafas começaram a ser atiradas no WIP Club em Nova York.

"Foi uma loucura", ela nos disse, "Tudo estava indo bem, a música estava ótima, os drinks estavam rolando".

Mas então, o que deu errado?






LEIA MAIS: Meek Mill se pronuncia sobre a briga de Drake e Chris Brown





Por um conselho do advogado, Pavlovsky não nos disse quem começou briga, mas ela se lembra claramente de garrafas vindas dos dois lados.

"Parecia uma zona de guerra", disse ela, ressaltando que a mesa de Brown estava do lado esquerdo da área Vip, e a mesa de Drake era bem ao lado da sua.

Pavlovsky disse também ter ouvido barulho de tiros, mas a polícia não tem evidências de que algum tiro tenha sido disparado.

A modelo teve dois cortes profundos no braço que precisaram de 12 pontos e uma injeção antitetânica, e ainda contou que seu médico disse que ela poderia ter sangrado até morrer caso o corte tivesse pegado em outro ponto e atingido uma veia.

"Eu nem tinha percebido que havia sido atingida até deixar o local e ver uma garota atrás de mim dizendo, ‘meu Deus, você está sangrando!'", disse ela, "Foi insano. Todo mundo estava atrapalhado tentando ir para casa, tentando sair de lá".

O advogado de Chris Brown alegou que o cantor e seus amigos foram vítimas de um "ataque brutal" e estão cooperando com as autoridades.

Enquanto isso, Drake negou qualquer envolvimento, e seu representante disse que o rapper já estava saindo do local quando a briga começou.

Estamos aguardando os próximos capítulos...