Miley Cyrus admite que fala sobre drogas em We Can’t Stop

E! News | Faz 3 anos

 
Miley Cyrus, We Can

Vevo




E defende clipe de polêmicas






Miley Cyrus cresceu e quer deixar isso bem claro, nem que para isso precise falar sobre drogas, usar pouca roupa e dançar sensualmente sempre que possível.

Siga o E! Online Brasil no Twitter

E, além disso, a cantora não está nada feliz com a tentativa das pessoas de censurá-la.

Com o lançamento de seu novo hit, We Can't Stop, Miley gerou polêmica por supostamente dizer "molly" na canção, uma gíria para se referir a um tipo de ecstasy. E depois da cantora e dos produtores negarem que tal palavra seja usada na música, afirmando que na verdade ela diz "Miley", a estrela acabou admitindo que fala, sim, da droga em seu novo single.

MAIS: Miley Cyrus fala sobre maconha: "Há coisas mais perigosas"

"Depende de quem está fazendo o que. Se você tem dez anos, a música diz Miley, se você sabe do que estou falando, então você sabe. Eu só queria que tocasse nas rádios e eles já editaram muito", revelou Cyrus ao jornal Daily Maill.

"Não acho que as pessoas tenham dificuldade em entender que eu cresci. Você pode me procurar no Google e saber o que ando fazendo – você sabe o que a letra quer dizer", continuou ela.

FOTO: Miley Cyrus deixa parte dos seios à mostra

A cantora também falou sobre o clipe de We Can't Stop, e além de reclamar por ele ter sido editado pela MTV britânica, o defendeu quando questionada se era mesmo um vídeo muito provocativo ou se as pessoas estavam exagerando.

ASSISTA AO CLIPE DE WE CAN'T STOP



Miley Cyrus, We Can

Vevo




"Vou te dizer uma coisa. Acho o mundo uma droga porque você pode atirar em pessoas em um filme e deixar pessoas como Geroge Zimmerman livre em um julgamento, mas não pode deixar as pessoas fazerem isso [simulação de gesto de sexo oral], isso é muito idiota para mim", declarou ela.

Leve o E! Online Brasil no bolso! Baixe o aplicativo do E! na Apple Store, Google Play ou Blackberry App World

"O mundo é um lugar muito bagunçado e a última coisa que as pessoas precisam é se preocuparem com o meu clipe para We Can't Stop, entende o que eu quero dizer?", continuou.