Marc Jacobs diz que moda e política não se misturam

E! News | Faz 5 anos

 

TIMOTHY A. CLARY/AFP/GettyImages



Marc Jacobs, o diretor criativo da grife Louis Vuitton, acredita que os designers devem evitar fazer declarações políticas através de suas coleções de roupas, pois podem causar uma certa polêmica.

"Eu acho que com política e moda, você tem sempre que ser um pouco cuidadoso. Porque alguém vai ficar ofendido ou alguém vai sentir que isso não está certo", ele disse ao WWD.






"Eu não quero parecer estúpido ou ignorante ou qualquer coisa, mas eu gasto meu tempo no estúdio escolhendo tecidos e cores e tentando descobrir o que vamos fazer. Se você quiser evitar a controvérsia, você apenas fica longe da política".

No entanto, Marc já expos suas opiniões políticas no passado, o que gerou muito da tal controvérsia explicada. Ele criou uma linha de camisetas em apoio a Liberdade do Tibete, contra a ocupação chinesa no local, o que causou estragos em redes sociais chinesas quando usuários ameaçaram boicotar seus produtos.

Ele também demonstrou seu apoio aos direitos gays e fez campanhas a favor do presidente dos Estados Uindos, Barack Obama, na reeleição.