Livro afirma que Amy Winehouse teve overdose aos 10 anos

E! News | Faz 4 anos

 
Amy Winehouse

Dave M. Benett/Getty Images



Cantora faleceu aos 27 anos, em 2011






Amy Winehouse faleceu em julho de 2011, aos 27 anos, mas sua morte ainda gera polêmicas. De acordo com um novo livro sobre a vida da cantora, seus problemas com drogas começaram aos 10 anos, quando ela teve uma overdose com pílulas.

Siga o E! Online Brasil no Twitter

O livro afirma que Amy tentou se matar aos 10 anos depois que seu pai, Mitch Winehouse, deixou sua mãe, Janis, para ficar com outra mulher. A separação teria deixado a cantora tão devastada que ela começou a se automultilar, usar drogas e acabou tendo uma overdose de medicamentos.

LEIA MAIS: Angelina Jolie teve que retirar os seios para evitar câncer

"Encontrei Amy se contorcendo em agonia. Ela começou a espumar pela boca e seus olhos estavam revirando. Foi realmente a coisa mais assustadora que eu já vi. Ela teve uma overdose porque não queria viver. Ela me disse que queria ter um longo sono", contou o amigo da cantora que a encontrou na ocasião ao livro.

"Eu fiquei com ela até isso explodir porque ela implorou para que eu não contasse para ninguém. Muitas pessoas podem dizer que fui um amigo ruim por não contar a ninguém, mas estava realmente assustado", continuou ele.

Leve o E! Online Brasil no bolso! Baixe o aplicativo do E! na Apple Store, Google Play ou Blackberry App World

Os problemas de Winehouse só pioraram quando ela conheceu o futuro marido Blake Fielder e acabou entrando em contato também com a heroína. Mas, os amigos da cantora garantem que os problemas começaram bem antes.

"Amy passou por muitos momentos difíceis com a separação dos pais. Ela pode ter se mostrado forte, mas ver o pai a deixando por outra mulher foi um grande abandono", contou o amigo da cantora.