Leonardo DiCaprio faz pouso de emergência em Nova York, mas o susto passa e ele retorna para Moscou

E! News | Faz 7 anos

 
EFE
Leonardo DiCaprio não esperava por essa... Depois de 1 hora e meia de voo, o avião particular que levava o ator de Titanic para Moscou no domingo, 21, teve que voltar para os Estados Unidos porque uma turbina havia estourado! Mas, depois que o medo passou e tudo foi resolvido, Leo não ia deixar o susto impedir ele de viajar novamente. Ele foi novamente para a Rússia, depois de ter decolado pelo aeroporto internacional de Nova York. "DiCaprio está a bordo no avião agora mesmo, indo para St. Petersburg para conferir o fórum internacional Tiger Summit, sobre a conservação do tigre, apresentado pelo Primeiro Ministro da Rússia Vladimir Putin, já que é embaixador do Tiger Global Intiative - que tem como objetivo salvar os tigres selvagens do perigo de extinção em 2020", uma fonte conta exclusivamente ao E! News. DiCaprio está prestes a entregar um presente de U$ 1 milhão para o World Wildlife Fund ( Fundo Global da Vida Selvagem) pela California Community Foundation's Leonardo DiCaprio Fund (Fundação da Comunidade da Califórnia para Fundo Leonardo DiCaprio), para focar na preservação de tigres. O ator criou este fundo para ajudar no arrecadação de dinheiro para focar nas ajudas ambientais que ele trabalha. Ele também foi nomeado o mais novo integrante da diretoria do WWF ou Fundo Mundial da Vida Selvagem, e ele inclusive já foi para encontros em Nepal e Bhutan para conhecer os habitats dos tigres. "É um prazer trabalhar com Leo", fala Carter Roberts, presidente e CEO do Fundo Mundial da Vida Selvagem. "A sua ajuda financeira vai urgentemente ajudar na preservação dos tigres. A sua história vai inspirar pessoas do mundo inteiro a ajudar".