Lea Michele teria ido para retiro se recuperar da morte de Cory Monteith

E! News | Faz 3 anos

 
 Lea Michele, Cory Monteith

PacificCoastNews.com



Saiba mais detalhes






Apesar de estar, aparentemente, bem, Lea Michele não estaria lidando tão tranquilamente com a morte de seu ex-namorado, Cory Monteith, astro de Glee, como pensávamos. De acordo com o site RadarOnline, a atriz e cantora teria buscado ajuda para superar esse momento difícil.

LEIA MAIS: Harry Styles realiza sonho de fã com câncer

Segundo o site, a intérprete de Rachel Berry na série, teria passado a semana do feriado do dia do trabalho americano, ou seja, primeira semana deste mês, no retiro espiritual do Instituto Esalen, na California, Estados Unidos.

Durante o período que passou no local, Lea teria falado com conselheiros de luto do instituto, além de ter feito "ioga, meditação, caminhadas durante muitas horas por dia e massagem no corpo todo", conforme declaração de uma fonte.

A mesma fonte ainda garante que o retiro "parece realmente tê-la ajudado" e que o objetivo deste processo todo seria "celebrar a vida, ao invés de analisar e se culpar por não ter sido capaz de ajudar a salvar a vida de Cory", que faleceu há alguns meses.

"Acho que Lea quer ser capaz de se manter ocupada diariamente. Por isso, ela concordou quando um dos seus amigos mais antigos (identificado como Jonathan Groff, que já participou de Glee) sugeriu que ela deixasse Los Angeles e buscasse um retiro espiritual para ajudá-la a seguir em frente", afirmou a fonte.

SAIBA MAIS: Confira quem são as estrelas que já apareceram peladas em videoclipe

"Eu imagino que ela esteja fazendo o que pode para manter tudo sob controle. Ela é uma pessoa tão otimista e eu acho que está se esforçando para viver a vida ao máximo e se manter para cima, mas às vezes, ela precisa de apoio e de um direcionamento, por isso, o fim de semana em Esalen foi tão perfeito. Lea precisa de tempo, mas a cada dia, com tanto apoio, ela está ficando mais forte", acrescentou.