Lady Gaga é chamada de “traidora” por ativista do PETA

E! News | Faz 5 anos

 

WENN.com



Lady Gaga está muito perto de se tornar uma "Judas" para os ativistas defensores dos animais.

O PETA escreveu uma carta aberta à cantora, acusando-a de trair seu apoio às iniciativas contra o uso de pele animal por usar vários casacos de pele diferentes em fotos que surgiram na internet nos últimos dias.






"Muito de seus fãs gays, estou entre eles, te admiravam pelo que você disse a Ellen [DeGenres]: "Eu odeio pele e não uso pele". Eu incluí um link porque essas fotos recentes mostram você com carcaças de raposa, coelhos e lobo e fazem parecer que você tem amnésia", escreveu Dan Mathews, vice-presidente sênior do PETA, "O que aconteceu? Seus stylists estão te dizendo que são falsas ou você é uma traidora?".



littlemonsters.com



Outro agravante: O grupo dos diretos animais definitivamente não ficou nada empolgado ao ver Gaga saindo de seu hotel em Sofia, Bulgária, durante sua turnê, vestindo um casaco de pele e segurando seu cachorro Fozzi nos braços, e considerou isso um insulto.

Mathews também tentou apelar para o senso moral da Mother Monster ao comparar a campanha do PETA contra a crueldade contra os animais com a defesa de Lady Gaga em nome da comunidade gay.

"O PETA participa há tempos de eventos do orgulho gay pelo país, e na semana passada ajudamos a liderar um protesto contra o Chick-fil-A", continuou ele, "Mas usar essas peles em uma temperatura elevada, você está se transformando em um alvo assim como a Kim Kardashian. Enquanto planejamos nossa campanha de primavera, por favor nos diga se o que disse para Ellen foi de coração ou apenas era pose. Esperaremos sua resposta".

O ativista também incluiu um link de um vídeo apresentado por Tim Gunn descrevendo o que os animais sofrem para que casacos de pele possam ser feitos.

Lady Gaga ainda não respondeu.