Lady Gaga usava drogas e cheirava cocaína, diz amigo

E! News | Faz 4 anos

 
Lady Gaga

Divulgação




Livro sobre vício da cantora é publicado

 






De amigos assim o inferno está cheio! Nessa quinta-feira, 25, foi divulgado que Brendam Jay Sullivan, ex-amigo de Lady Gaga, escreveu um livro sobre sua amizade com a estrela antes dela alcançar a fama. No entanto, alguns segredos "sombrios" da mamãe Monster foram revelados, como o uso de cocaína.

Em uma situação que Brendam conta no livro, ele relembra de um episódio no qual Lady Gaga pegou do chão, com o dedo, uma substância branca que estava no tapete de seu apartamente em Nova York, nos Estados Unidos, e começou a esfregar em sua gengiva. Na ocasião, a cantora teria alegado que a tal substância suspeita não era cocaína.

LEIA MAIS: Miley Cyrus quer tatuar nome de Chris Brown na bochecha

"É hortelã. Eu queria que fosse cocaína. Eu costumava usar sacos e sacos disso. Principalmente quando eu estava me arrumando para sair, enquanto me maquiava. Eu recebia uma entrega e, em seguida, coloca um pouco de Bowie (cantor) e me arrumava no espelho. Mas eu só fazia isso sozinha. Essa era minha única regra", teria dito a estrela, explicando o episódio, segundo Brendam.



Lady Gaga, Little Monsters

littlemonsters.com




Porém, essa revelação não é tão bombástica assim, já que em 2009 ela contou que passou por uma depressão e que, com isso, entrou no caminho das drogas. "Eu estava muito deprimida quando eu tinha 19 anos. Eu voltava para meu apartamento todos os dias e apenas sentava lá. Era quieto e solitário. Era tranqüilo", afirmou na época.

LEIA MAIS: Khloé Kardashian teria discutido com amante de Lamar Odom

"Apenas meu piano e eu. Eu tinha uma televisão e gostava de deixá-la ligada o tempo todo só para sentir que alguém estava comigo. E, especialmente, durante o período em que eu estava usando cocaína. Era como se a droga fosse minha amiga. Eu nunca fiz isso com outras pessoas. É uma maneira horrível para preencher esse vazio, pois só o aumenta, porque não é real", acrescentou.