Lady Gaga segue causando polêmica na Coréia do Sul

E! News | Faz 5 anos

 

Twitter



A estadia de Lady Gaga na Coréia do Sil tem gerado polêmica entre alguns de seus habitantes.

A Mother Monster é expert em ser extravagante (alguém poderá superar seu vestido de carne?) mas um grupo de religiosos não tem visto com bons olhos a chegada da cantora ao país.






A acusam de "fomentar a pornografia, homossexualidade e consumo de drogas". Para piorar, seus primeiros tweets asiáticos não agradaram muito.

A turnê Born This Way Global Tour começará na Coréia do Sul, onde Gaga se apresentará no Estádio Olímpico de Seúl, localizado na capital sulcoreana.



Twitter



Após uma longa viagem de avião, a cantora escreveu em seu Twitter: "Este jet lag é como comer cogumelos ruins. Quando meu pai perguntar o que significa, vou dizer que é como estar em um musical, sem querer".

A citação ao cogumelo sugere referência a drogas alucinógenas.

Com seus 26 anos, a artista tem utilizado sua fama para promover uma sociedade mais justa. É uma ativa militante contra o bullying e a homofobia. Algo que não é visto com bons olhos pelos conservadores. Um grupod e católicos convocou um protesto no estádio onde o show será realizado. Segundo o líder, Gaga promove "uma cultura sexual doente através de suas letras" e buscam impedir "que os jovens se contagiem com a homossexualidade e pornografia".

Por sorte, os milhares de fãs da americana, em todo o mundo, a defendem de qualquer acusação.

(Na foto ao lado Gaga "ajuda" na produção da montagem de seu palco)