Kim Kardashian enfrenta Kris Humphries em audiência

E! News | Faz 5 anos

 

Santi/Splash News



Outro encontro sobre divórcio, mas o que Kanye West tem a ver com isso?




Louis Lopez/Cal Sport Media/Sipa USA



Faz quase um ano desde que Kim Kardashian se casou com Kris Humphries em uma grande cerimônia em Montecito, Califórnia.

Mas enquanto a estrela do E! pediu o divórcio 72 após subir ao altar, o processo continua acontecendo. E nesta quarta-feira, 16, os advogados de Kim, Laura Wasser, e Humphries, Marshall Waller, se reuniram mais uma vez na Corte Superior de Los Angeles.

Waller acredita que ainda precisará de mais quatro meses antes que o julgamento aconteça, afirmando que a Kardashian não cooperou durante o processo.





LEIA MAIS: Kim Kardashian quer envelhecer ao lado de Kanye West, mas antes precisa resolver seu divórcio com Kris Humphries



LE/DW/bauergriffinonline.com



"Não quero usar as palavras não cooperativa, mas eles não estão tornando o processo mais fácil", disse o advogado de Humphries ao juiz.

Waller ainda afirmou que, até agora, já conseguiu depoimentos de Kris Jenner, mas não conseguiu ter acesso aos registros de negócio da família.

"Eu não vou depor a Sra. Jenner até que consiga o registro de negócios", disse ele, "Estou tentando conseguir informações".

O advogado insistiu que precisa dos documentos para provar que o casamento era uma fraude e que Kim não tinha a intenção de ficar casada, além disso, ele afirmou que intimou a NBCUniversal, a Bunim/Murray, e a Jenner Communications, e que apenas a primeira respondeu, dizendo que pode disponibilizar os documentos compatíveis com a intimação.

Waller ainda disse que não só tem tentado intimar Kanye West, atual namorado de Kim, mas também planeja usar 33 testemunhas durante o julgamento.

Enquanto isso, Wasser, a advogada da Kardashian, afirmou que West recebeu a intimação para depor através de uma caixa entregue na casa de Kim por um "indivíduo estranho" e que isso não fazia sentido, pois o advogado do rapper estava à disposição.

"Dizer que estou frustrada é um eufemismo", disse Wasser, que ainda descreveu o comportamento de Humphries como irresponsável.

Ela afirmou que sua parte tem sido mais do que cooperativa, e que seu escritório irá intimar a nova namorada do jogador de basquete para depor na terça-feira.

Wasser ainda disse que Kim já gastou mais de US$250 mil com advogados. "É muito caro", disse ela, "E não consigo ver qual é o obstáculo. Eles tinham um acordo pré-nupcial e foram casados por 72 dias".

"Nós vamos pedir todos os centavos de volta do cliente dele", informou Wasser ao juiz, "Para qual fim ele quer essa anulação?".

O juiz responsável pelo caso marcou a próxima data na corte para 28 de novembro, para uma conferência de status. Kim pediu o divórcio no dia 31 de outubro, citando diferença irreconciliáveis e ressaltando os documentos do acordo pré-nupcial. Um mês depois, Humphries respondeu pedindo a anulação do casamento ao invés de uma separação legal.

Por enquanto, os dois continuam legalmente casados.





É O AMOR: Kim Kardashian faz participação especial em novo clipe de Kanye West





Kim & Kris: anatomia de uma separação

History Lesson