Khloé deixa o PETA após saber que o grupo está ligado à mulher que atacou Kim Kardashian

E! News | Faz 5 anos

 

Splash News; Frazer Harrison/Getty Images; PETA



Depois de anos mostrando seu apoio ao PETA (sem mencionar sua campanha para ajudar a organização), Khloé Kardashian Odom rompeu oficialmente os laços com a instituição que luta pelos direitos dos animais.

A estrela do E! explicou em seu blog e em seu Twitter que está "absolutamente aborrecida com o comportamento deles" depois que a chocante notícia da ligação do PETA com a mulher que bombardeou Kim Kardashian veio ao ar.

Como assim?!






LEIA MAIS: Veja as imagens de Kim Kardashian sendo atacada no tapete vermelho





O E! New confirma que a mulher que bombardeou Kim com um saco de farinha no tapete vermelho é Christina Cho, uma ativista dos direitos animais muito engajada, que já foi chamada de "ativista superstar" pelo PETA e ganhou um prêmio da organização em 2010.

E isso não é tudo... Christina é a irmã de Michelle Cho, oficial do PETA em Los Angeles, e a responsável por coordenar a campanha de Khloé para a organização.

Incusive, Michelle participou de um episódio de Keeping Up With the Kardashians que mostrou o ensaio de Khloé para a organização.





Uma fonte revelou excluisvamente ao E! News que o ataque de Christina foi planejado e realizado sem o conhecimento de Michelle e do PETA.

"Nós somos muito afeiçoados a Christina. Ela é muito doce, uma voluntária maravilhosa que é muito dedicada a combater a crueldade com animais", disse o PETA em um comunicado ao E! News – que ainda prometeu arcar com as despesas de qualquer ação jurídica que envolva Christina.

Mas embora a organização esteja pronta para ajudar Cho, Khloé não concorda com o que está acontecendo, "Não só o PETA mentiu para o público, mas provou que apoia esse tipo de comportamento".





LEIA MAIS: Kim Kardashian pode prestar queixas contra a mulher que a atacou





E o desligamento de Khloé da organização tem sido bastante pacífico para os dois lados, então Khloé não vai precisar se preocupar com futuros ataques no tapete vermelho.

"Nós prezamos o fato de Khloé se manter ao lado dos animais por não usar peles – isso é o que conta", disse um representante do grupo ao E! News, "Se um dos nossos voluntários é responsável, isso não muda o fato de nenhum animal merecer ser eletrocutado, morto ou envenenado para virar uma peça de roupa. Khloé está defendo a irmã, e sabemos que ela tem um bom coração, então queremos o seu bem. Só gostaríamos que ela tivesse mais influencia sobre a irmã dela".