Kevin Costner processa os produtores de Robin Hood por falta de pagamento

E! News | Faz 5 anos

 

Warner Bros.



Kevin Costner, ator hollywoodiano de 57 anos, entrou com uma ação judicial contra Morgan Creek Productions, processando a produtora de Robin Hood: O Príncipe dos Ladrões, de 1991, pela falta de pagamento dos lucros que o filme recebeu nos últimos dois anos.

Hun? Será possível?

Os chefes da Morgan Creek contaram o ator recebeu U$ 40 milhões e que realmente este acordo foi "muito bom" para Kevin em relação ao filme, que fez U$ 390 milhões.






Na ação de hoje, Kevin usa palavras muito duras contra o estúdio independente que lançou o blockbuster em 1991.

"Todo ator espera estrelar em um grande filme que traz lucros substanciais. Mas, se você está esperando receber os lucros em cima do sucesso de seu filme, você quer ser pago em tempo hábil. Temos aqui uma empresa que você certamente não quer fazer negócios, a acusada Morgan Creek Productions".

Kevin, representado pelos advogados Marty Singer e Michael Holtz da Lavely & Singer, diz que a Morgan Creek prometeu que iria dividir os lucros com ele ao longo dos anos, mas "quando chegou na hora de acertar conta, a Morgan Creek não cumpriu".

O CEO da Morgan Creek, James Robinson, respondeu, "Por que depois de 22 anos o Sr. Costner encontra falha em nossos procedimentos de contabilidade ou na nossa maneira de fazer negócios? Pagamos a ele mais de US $ 40 milhões. Eu acho que a gente foi muito bom com ele. Gostaria de saber quanto dinheiro ele tem feito de outros filmes no qual participa. Estou sendo muito direto com ele".