Kanye West é condenado a serviço comunitário e terapia

E! News, Kardashians, | Faz 3 anos

 
Kanye West GIF

Reprodução




Cantor foi colocado em liberdade condicional




Kim Kardashian, Kanye West

RAAK/AKM-GSI



Ao contrário do que ele pensa, Kanye West não é Deus. O rapper, que foi ao Carnaval do Rio de Janeiro e dormiu na festa, foi condenado a dois anos de liberdade condicional e 250 horas de trabalho comunitário por agredir fisicamente um paparazzo em julho de 2013 (veja aqui a foto). Assim como Chris Brown, Kanye também terá que fazer 24 sessões de terapia de controle de raiva. Além disso, a polícia de Los Angeles o aguarda para ser fichado.

No dia do incidente, ocorrido no Aeroporto Internacional de Los Angeles, nos Estados Unidos, Kanye - que muito em breve casará com Kim Kardashian - também tomou o equipamento do fotógrafo.

CASAMENTO KANYE WEST E KIM KARDASHIAN: Relembre aqui mais detalhes da cerimônia

A condenação de Kanye veio depois dele ter rejeitado um acordo com o fotógrafo Daniel Ramos, que por sua vez, afirma que o rapper lhe deu um soco e tacou sua câmera no chão.

O noivo de Kim Kardashian, de 36 anos, tampouco decidiu recorrer da condenação. Segundo o E!, promotores da cidade de Los Angeles decidiram que ainda vão tentar ampliar as penas sobre o cantor.

PROBLEMAS COM A JUSTIÇA

No começo deste ano, Kanye chegou a um acordo amigável com um homem que agrediu, após o rapaz ter insultado sua noiva Kim Kardashian. Já em 2008, ele foi deitdo por agredir fotógrafos e quebrar seus equipamentos, no mesmo aeroporto. Na época ele foi condenado a terapia e a pagar pelo prejú.