Justin Bieber não foi o primeiro acusado de ser o pai do bebê de 4 meses

E! News | Faz 5 anos

 
Justin Bieber (Barcroft/Fame Pictures)
O caso da possível paternidade de Justin Bieber acaba de ficar mais interessante. De acordo com o New York Post, parece que o cantor não foi o primeiro acusado por Mariah Yeater de ser o pai de seu filho de 4 meses. Na verdade, antes Yeater disse a seu ex-namorado, John Terranova, que ele era o pai da criança. “Ela voltou da Califórnia dizendo que estava grávida de mim, e eu disse que era impossível, ‘Você ficou na Califórnia por dois meses e está de volta há uma semana’”, disse Terranova, de 19 anos. SAIBA MAIS: Justin Bieber fala sobre a acusação de ser pai de um bebê de 4 meses: “Nunca conheci essa mulher” “Depois de eu dizer a ela que não era meu filho, ela me disse, ‘Não, eu já estava grávida antes de ser deixada por você’”, continuou ele, “Mas não fez sentido porque ela tinha uma nota da um médico dizendo que ela não estava grávida naquele tempo, porque não era possível”. E ainda tem mais... Terranova, que namorou Yeater por 4 anos, não está acreditando que Justin possa ser o pai. “Eu sei que não é Justin Bieber”, disse ele, “Ela só quer dinheiro, é um plano”. Bieber já comentou o caso alegando que nunca conheceu Yeater, e que jamais teria ficado com alguém após um show.