Julgamento de Britney Spears: Os detalhes exclusivos

E! News | Faz 4 anos

 

Michael Kovac/Getty Images for City of Hope



Ex-namorado, ex-agente e pai da cantora testemunham






Outubro foi um mês bastante marcante para Britney Spears, não só pelo sucesso do The X Factor e pela mudança de visual, mas também por complicações judiciais envolvendo o passado da cantora. No dia 18, o ex-agente da princesa do pop, Sam Lutfi, começou a mover um processo contra ela, por não ter recebido parte dos lucros do álbum Blackout, sendo que teria sido uma peça chave para sua produção, e por difamação, e agora o paparazzo Adnan Ghalib entrou na história para complicá-la ainda mais.





Siga o E! Online Brasil no Twitter e acompanhe as notícias mais quentes do mundo das celebridades



Fame Pictures



No livro Through the Storm: A Real Story of Fame and Family in a Tabloid World, escrito pela mãe de Britney, Lynne Spears, ela afirma que o agente manipulava a filha ao esconder seu cachorro e seu celular e que soube disso através de Ghalib, que diz ter tido um "relacionamento romântico" com a cantora em dezembro de 2007. Entretanto, o fotógrafo, que foi chamado para depor como testemunha pelo advogado de Lutfi, nega que tenha entregado as informações.

O paparazzo ainda contou que, assim como Lutfi, também recebeu uma ordem de restrição quando os pais de Britney se estabeleceram como tutores das propriedades da filha. Além disso, o E! News soube com exclusividade, que, depois de testemunhar, Ghalib recebeu uma notificação do tribunal em nome dos tutores da cantora, que pretendem recuperar cerca de R$23 mil em custos legais por tirarem a ordem de restrição contra ele, em 2009 – uma audiência deve acontecer em 15 de novembro para tratar o assunto.





LEIA MAIS: Ex-agente de Britney Spears revela que ela era viciada em anfetaminas





Mas os testemunhos não pararam por aí. Jamie Spears, pai de Britney, negou que tenha batido em Lutfi, que também está pedindo indenização pois teria sido agredido por Jamie em um dos colapsos emocionais da filha dele. Depois foi a vez de Filipe Texeira, outro fotógrafo, depor, afirmando que sempre havia uma grande confusão cercando Britney até que Lutfi passou a intervir, quando então os paparazzi teriam parado de perseguí-la de forma tão intensa.

O caso ainda está aberto, e a próxima audiência foi marcada para quinta-feira, 01 de novembro.