Joseph Gordon-Levitt conta por que Premium Rush foi o filme mais difícil de sua carreira

E! News | Faz 5 anos

 

Columbia




Joseph Gordon-Levitt pode até ser mais conhecido por filmes românticos como 500 Dias Com Ela, mas o ator tem construído muito bem um nome nos filmes de ação, como Inception, Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge e Looper, que ainda está para estrear.

Mas, se você perguntar, seu papel mais desafiador até agora foi Wilee, um mensageiro que se envolve em uma sórdida perseguição quando, acidentalmente, começa a transportar um pacote muito, muuuito desejado, em Premium Rush.






"Fisicamente, apenas quanto ao desafio físico, esse foi o mais difícil", explicou Gordon-Levitt durante a coletiva de imprensa do filme, que aconteceu em Hollywood, "Inception seria o segundo, mas eu estava de bicicleta todos os dias, o dia todo. O filme inteiro é em uma bicicleta. Inception tem tomadas legais de ação, mas esse é o filme inteiro".

A companheira de elenco do ator Dania Ramirez também se lembrou do exaustivo treinamento para o filme, e explicou, "Nos treinamos por umas seis semanas antes de irmos para Nova York... Era para ficar com resistência, porque não podíamos ficar sem fôlego. Então tínhamos que terminar a cena e continuar tudo muito rápido".

E, claro, como todo bom filme de ação, Joseph ficou com uma cicatriz para não esquecer de seu período no set – e ela até ganhou uma menção nos créditos!

"Foi meio que um acidente. Eu deveria começar dizendo que todos no seu – Dave [Koepp], o diretor e todos envolvidos – estavam muito conscientes da segurança", disse o ator ao E! News, "Foi uma tempestade perfeita e muita coisa dando errado de uma vez. Para resumir, um diplomata atravessou o nosso bloqueio. Em Nova York tem as Nações Unidas então há diplomatas dirigindo em todos os lugares".

"Não há regras para diplomatas", interrompeu Dania.

"Eles podem infringir a lei. Então ele passou pelos cones e pelos policiais e passou bem onde estávamos indo, basicamente eu terminei atravessando a janela de trás de um taxi e levando 31 pontos", continuou Joseph, "Todos estavam preocupados, é claro... Eu estava cheio de adrenalina quando aconteceu, não senti nenhuma dor quando meus braços abriram. Então foi meio, ‘Oh meu Deus, Jesus! Eu estou bem!' e Dave ficou correndo perguntando se eu estava Ok, ele estava apavorado e eu dizia, ‘você tem que gravar isso, é loucura!'".

E ele deve ser bem resistente, porque Dania contou que "ele estava trabalhando no dia seguinte, com um sorriso no rosto".