Jon Cryer fala sobre a polêmica de Charlie Sheen

E! News | Faz 6 anos

 

Jon Cryer não esperava por essa!

Isso foi o que o adorável comediante disse a David Letterman ontem à noite, 08, sobre seu antigo parceiro de Two and a Half Man, Charlie Sheen, e a polêmica que o cerca. Ainda mais impressionante, Cryer admitiu durante sua participação no programa Late Show que, apesar de tudo, ele continua considerando o ator, que adora pornô e drogas, um grande amigo. Bom, o que Cryer pensa sobre a substituição do amigo pelo ator Ashton Kutcher? “Nós nos encontramos rapidamente pra ver se nos dávamos bem, o que aconteceu,” Cryer contou a Letterman sobre o novo tripulante do programa. “Eles fizeram tudo muito rapidamente e tivemos que ir para Nova York voando para desfilar para a imprensa. Fomos no avião particular da CBS, que era bem extravagante.” O tratamento real está longe dos dias sombrios que se seguiram depois da polêmica de Sheen, Cryer ainda brincou, “na maioria, muito divertidos.” “É um mistério para mim do mesmo jeito que é para a maioria das pessoas,” Cryer contou sobre a decadência pública de Sheen. “O meu momento favorito foi quando recebi uma mensagem no celular de uma pessoa dizendo que Charlie xingou Thomas Jefferson. Foi aí que eu percebi que as coisas haviam saído do controle.” Cryer disse também que não fazia ideia quando todo aquele discurso de bruxo acabaria e que nenhuma pessoa sabia como lidar com aquilo. “Não, não, não. Nós não sabíamos onde aquilo ia parar. Isso nunca havia acontecido antes,” comentou Jon, “Não era como em 1963, todos lembram quando Fred MacMurray ficou doido e começou a falar sobre ninjas e coisas assim. Foi uma loucura! E Vivian Vance que começou a urinar no set de Here’s Lucy. Ninguém estava preparado para isso.” E quando Letterman relembrou que Sheen o chamou de besta (para nós, é claro!), Cryer insistiu que os dois continuam amigos. “Eu amo ele, ele é um ótimo amigo. Nenhum de nós gostaria que o programa continuasse caso isso o machucasse, e chegou a um ponto em que nós percebemos que não havia mais controle sobre ele.” Tudo deu certo no final, pelo menos para Jon e o elenco de Two and a Half Man. Sheen, que está consideravelmente calmo, está vendendo a sua casa em Beverly Hills e contratando um estagiário.