John Travolta é acusado de assédio sexual por mais um massagista

E! News | Faz 5 anos

 

Jerod Harris/WireImage



A indústria da massagem resolver se revoltar contra John Travolta de uma só vez.

O ator foi recebeu a segunda acusação de assédio sexual em cinco dias, e ambas as queixas são representadas pela mesma advogada, Okorie Okorocha, que arquivou o primeiro processo em nome de John Doe.

"O que esse segundo ‘anônimo' afirma é tão absurdo e ridículo quanto o primeiro", disse o advogado do ator ao E! News, que afirmou que Travolta não estava em Los Angeles quando Doe afirma que o caso teria acontecido.

Já o segundo processo...






De acordo com o Radar, o segundo massagista afirma que estava agendado com um "Sr. White" para uma sessão em um quarto do Hotel Atlanta, mas que havia pedido para outro massagista fazer a massagem por não gostar de sessões nos quartos, quando ficou sabendo que o cliente em questão já tinha sido banido de um spa em Los Angeles.

O segundo massagista afirma que Travolta tinha um "comportamento estranho" e que ele estava com os olhos vermelhos quando entrou no quarto. O ator teria pedido então para o massagista prestar mais atenção ao seu bumbum e que ele ficou mais animado do que deveria com a massagem...

Ele ainda afirma que Travolta começou a se masturbar no final da sessão, quando o massagista disse que "precisava ir embora".

Assim como John Doe, o segundo acusador pede pelo menos US$2 milhões por danos morais, mas os dois não irão ganhar nada se depender do advogado do ator.

"Embora a mesma advogada tenha fabricado a acusação para o primeiro, não há nenhuma reclamação de um segundo anônimo" disse ele, "Antes da advogada fazer uma acusação em nome de uma segunda pessoa que não quer se identificar... É óbvio que ela soube que meu cliente estava em Atlanta gravando um filme. A segunda acusação é tão fabricada quanto a primeira".